Início » Brasil » Arábia Saudita suspende importação de carne de frango do Brasil
CARNE DE FRANGO

Arábia Saudita suspende importação de carne de frango do Brasil

Principal compradora de produtos de frango processados no Brasil, a Arábia Saudita apontou 'critérios técnicos' para suspensão

Arábia Saudita suspende importação de carne de frango do Brasil
Em 2018, os sauditas importaram 486,4 mil toneladas de carne de frango brasileira (Foto: PxHere)

A Arábia Saudita suspendeu nesta terça-feira, 22, a importação de carne de frango de 33 frigoríficos brasileiros. Ao todo, outros 25 continuam autorizados a exportar para o país. A Arábia Saudita é a maior compradora de produtos de frango frescos processados no Brasil.

Através de um comunicado, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informou que o motivo para a suspensão das autorizações seriam “critérios técnicos”, não dando maiores informações a respeito. Porém, garantiu que um plano de ação já está sendo implementado para que as autorizações sejam liberadas.

“A ABPA está em contato com o governo Brasileiro para que, em tratativa com o Reino da Arábia Saudita, sejam solvidos os eventuais questionamentos e incluídas as demais plantas [frigoríficas]. Além disso, as plantas que hoje não estão habilitadas contarão com o apoio do Ministério para obter a autorização para exportar a este mercado”, disse a nota.

Ainda em nota, a ABPA afirmou que, dos 33 frigoríficos brasileiros suspensos, apenas cinco efetivamente exportavam produtos para a Arábia Saudita, o que reduz o impacto sobre as empresas brasileiras. Porém, entre as unidades suspensas estão a BRF e JBS, duas das maiores empresas do setor.

Segundo a Folha de São Paulo, as perdas no setor podem chegar até 30%. Em 2018, os sauditas importaram 486,4 mil toneladas de carne de frango brasileira, um equivalente a 12% do volume total importado pelo país. Com isso, o Brasil foi o principal parceiro comercial da Arábia Saudita no setor.

Ainda não ficou claro se a suspensão dos frigoríficos brasileiros pode ter ligação com os alertas feitos pela Liga Árabe ao Brasil anteriormente. A tensão internacional entre o bloco dos países e o governo brasileiro seria por causa da possibilidade de mudança da embaixada brasileira em Israel, de Tel Aviv para Jerusalém.

No entanto, o ano não começou bem para o setor de frango brasileiro. Enquanto, em 2018, o setor enfrentou problemas e restrições com a União Europeia e a China, em 2019 a primeira dificuldade se concentra no mundo árabe.

Fontes:
Folha de São Paulo-Arábia Saudita suspende importação de carne de frango de 33 frigoríficos do Brasil

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *