Início » Economia » Assange quer patentear o próprio nome
Wikimarca

Assange quer patentear o próprio nome

Informação vem sendo veiculada pela imprensa internacional

Assange quer patentear o próprio nome
Julian Assange, fundador do WikiLeaks (Fonte: Getty Images)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O fundador do WikiLeaks, o australiano Julian Assange, entrou com um pedido de patente do seu próprio nome junto à Intellectual Property Office (IPO), da Grã-Bretanha.

A informação vem sendo veiculada pela imprensa internacional. O pedido cobre o uso da marca Julian Assange em atividades públicas, como palestras, em serviços jornalísticos, noticiário e textos publicitários.

Extradição

Caso não haja posicionamentos contrários ao pedido de Assange nos próximos dois meses, a patente será concedida.

Na última quinta-feira, 24, a justiça britânica decidiu pela extradição de Julian Assange para a Suécia, onde ele é acusado de crime sexual. Assange permanece na Inglaterra, onde entrará com um recurso contra a decisão nos próximos dias.

Leia mais:

Ex-colaborador diz que WikiLeaks se corrompeu

Assange teme pena de morte

A infoguerra já tem seu primeiro wiki-mártir?

Fontes:
Portal Exame - Fundador do WikiLeaks pede patente de seu nome

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *