Início » Economia » Assinaturas do Charlie Hebdo pulam de 10 mil para 200 mil
Após atentado

Assinaturas do Charlie Hebdo pulam de 10 mil para 200 mil

Só com este novo volume de assinaturas o jornal deve arrecadar perto de 14 milhões de euros

Assinaturas do Charlie Hebdo pulam de 10 mil para 200 mil
'Edição dos sobreviventes' do Charlie Hebdo (Fonte: Reprodução/Reuters)

Em menos de um mês o jornal satírico francês Charlie Hebdo, alvo de um ataque terrorista que resultou na morte de 12 pessoas no último dia 7 de janeiro, viu o número de assinantes se multiplicar por 20.

Antes da chacina na redação do Charlie Hebdo, o jornal tinha apenas 10 mil assinantes e passava por graves problemas financeiros. Hoje, o número de assinantes já passa de 200 mil, e os problemas financeiros têm tudo para ficarem para trás.

Só com este novo volume de assinaturas o jornal deve arrecadar perto de 14 milhões de euros. Já as vendas da chamada “edição dos sobreviventes”, a primeira do Charlie Hebdo após o massacre, que chegou às ruas no último dia 14 de janeiro, pode render ao jornal mais 10 milhões de euros.

Levando-se em conta as receitas com assinaturas, venda em bancas, doações e ajuda do Estado, o Charlie Hebdo deverá dispor de um total de cerca de 30 milhões de euros para “pôr a casa em ordem”.

Fontes:
G1 - 'Charlie Hebdo' supera os 200 mil assinantes contra 10 mil de antes

3 Opiniões

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    O que continue, olbe? O ‘querosene’, ou meus comentários?… 😉
    Pessoalmente, acho que o Charlie Hebdo pegava ‘pesado demais, por mais que haja liberdade de expressão, etc, etc… E entendo que ‘a liberdade de um vai até onde começa a liberdade dos outros’ (assim acredito). Claro, não legitimo o extremismo dos jihadistas de forma alguma, apenas acho que deve imperar sempre o bom senso, de todos os lados.
    Abraços!

  2. olbe disse:

    Irretocavel seu comentário André Luiz. Tomara que continue assim…

  3. André Luiz D. Queiroz disse:

    Parece que os extremistas só fizeram foi tentar apagar fogo com querosene!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *