Início » Economia » Bayer não vai manter nome da marca Monsanto
APÓS AQUISIÇÃO

Bayer não vai manter nome da marca Monsanto

Empresa alemã diz que o nome da empresa americana deixará de existir após a aquisição e seus produtos passarão a compor o portfólio da Bayer

Bayer não vai manter nome da marca Monsanto
Aquisição dará fruto à maior empresa global de sementes e pesticidas (Foto: Karen Eliot/Flickr e Thierry Chervel/Flickr)

A empresa alemã de produtos farmacêuticos e agroquímicos Bayer anunciou nesta segunda-feira, 4, que vai concluir a aquisição da empresa americana de sementes e pesticidas Monsanto no dia 7 deste mês.

O anúncio foi feito no site oficial da Bayer. A empresa, no entanto, sinalizou que não pretende manter o nome Monsanto após a aquisição. “Bayer continua sendo o nome da empresa. Monsanto como nome de empresa não será mantido. Os produtos adquiridos [da Monsanto] manterão suas marcas e farão parte do portfólio da Bayer”, anunciou a Bayer.

Segunda fornecedora mundial de pesticidas, atrás apenas da suíça Syngenta, a Bayer revelou em maio de 2016 sua intenção em adquirir a Monsanto, a maior fornecedora de sementes do mundo e fabricante do glifosato, o herbicida mais utilizado no planeta.

Após negociações, o governo dos Estados Unidos autorizou a aquisição no dia 29 de maio. No entanto, agências reguladoras da União Europeia (UE) e dos EUA, exigiram como contrapartida que a aquisição somente seja concluída após a Bayer vender seus negócios nos ramos de agroquímicos e de sementes, para evitar o monopólio. A venda será para uma das rivais da Bayer, a alemã Basf, por um total estimado em US$ 9 bilhões.

Orçada em US$ 66 bilhões, a aquisição da Monsanto pela Bayer dará fruto à maior empresa mundial de sementes e pesticidas, o que vem deixando em alerta ambientalistas que temem que a junção de duas empresas líderes no ramo de sementes transgêneras e herbicidas possa trazer riscos à saúde global.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Markut disse:

    Agro-tóxicos, ou pesticidas,independente da denominação que venham a ter, fato é que estamos sujeitos a um envenenamento sutil e em massa, na medida em que os nossos alimentos provem cada vez mais, de uma agricultura sofisticada e altamente rentavel.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *