Início » Economia » Boeing e Embraer anunciam empreendimento conjunto
PARCERIA ESTRATÉGICA

Boeing e Embraer anunciam empreendimento conjunto

A joint venture, avaliada em US$ 4,75 bilhões, terá 20% de participação da empresa brasileira e 80% da americana

Boeing e Embraer anunciam empreendimento conjunto
O empreendimento será um dos ‘centros de excelência’ da Boeing (Foto: Divulgação/Embraer)

A Boeing e a Embraer anunciaram um novo empreendimento conjunto para o setor de voos comerciais nesta quinta-feira, 5. A joint venture, avaliada em US$ 4,75 bilhões, terá 20% de participação da empresa brasileira e 80% da americana.

A Boeing, que é a maior fabricante de aviões do mundo, vai pagar US$ 3,8 bilhões pelos 80% das ações do novo negócio. A parceira só engloba os voos comerciais, deixando de fora as áreas de defesa e de jatos. No entanto, através de um comunicado, a Embraer informou que esses serviços podem ser incluídos em outros empreendimentos.

“Esse acordo com a Boeing criará a mais importante parceria estratégica da indústria aeroespacial, fortalecendo ambas as empresas e sua posição de liderança do mercado mundial”, destacou o presidente e CEO da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva.

Assim que a parceria for formalizada – a previsão é que todo o trâmite seja concluído até o fim de 2019 -, o empreendimento abrirá sede no Brasil com toda uma estrutura corporativa, incluindo presidente e diretor-executivo. A Boeing será a responsável pelo controle operacional e gestão da nova empresa.

De acordo com a nota, o empreendimento será um dos “centros de excelência” da Boeing, onde serão desenvolvidos novos projetos e fabricados novos aviões, com cerca de 70 a 450 assentos.

Antigas no ramo da aviação, as empresas são parceiras estratégicas há mais de 20 anos, conforme destacou o vice-presidente executivo Financeiro e vice-presidente de Estratégia e Desempenho da Boeing, Greg Smith. “Esta parceria estratégica é a evolução natural de um longo histórico de colaboração entre a Boeing e a Embraer em uma série de iniciativas no setor aeroespacial há quase três décadas”.

Queda nas ações

Após o anúncio do acordo com a Boeing, as ações da Embraer chegaram a cair mais de 15% no B3, o principal índice de ações da bolsa de valores. Às 14h, no entanto, os valores tiveram uma leve recuperação, com a queda sendo estimada em 14,25%. As ações, então, passaram a ser negociadas a R$ 23,12, frente a R$ 26,95 da última quarta-feira, 4.

De acordo com a AFP, conforme informou o G1, desde que foi anunciado que as empresas estavam negociando o acordo, em dezembro do ano passado, as ações da Embraer tiveram uma alta de 63%.

 

Leia também: ‘Presente’ iraniano marca centenário da Boeing
Leia também: Recessão mundial não trava planos da Boeing e da Airbus

Fontes:
G1-Bovespa oscila; ações da Embraer chegam a cair mais de 15%

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *