Início » Economia » Brasileiros buscam consórcios, em meio a dificuldades de crédito
Alternativa

Brasileiros buscam consórcios, em meio a dificuldades de crédito

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em outubro, no auge da crise financeira global, o setor de consórcios registrou recorde de vendas. Diante da dificuldade em obter crédito nas agências bancárias, os brasileiros se voltaram para esta modalidade de aquisição de eletrodomésticos, carros, motos, caminhões e imóveis, o que resultou na comercialização de 168,7 mil cotas,  8% a mais que em setembro.

As motos foram responsáveis pela venda de mais de 100 mil cotas. O presidente da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), Rodolfo Montosa, afirmou que o comércio de motocicletas foi um dos mais atingidos pela falta de financiamento e, por isso, a procura pelos consórcios cresceu tanto – teve aumento de 10% em relação ao mês anterior e de 21% em comparação a outubro de 2007.

Montosa observa que o custo mais baixo e a menor burocracia são os principais pontos que chamam a atenção dos consumidores. Os consorciados arcam com uma taxa de administração, que varia de 1,5% a 2,4% ano, muito inferior às taxas de financiamentos, que podem ultrapassar 60% ao ano.

De acordo com dados do Banco Central, hoje 3,6 milhões de pessoas participam de grupos de consórcios no Brasil. O índice de inadimplência nos consórcios gira em torno de 7%. Nos planos de imóveis, entretanto, o índice fica em cerca de 3%.

Fontes:
Portal Exame - Sem crédito, brasileiro volta a procurar consórcios

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Realmente o consórcio é uma opção muito melhor, com os juros extorsivos que os bancos cobram.

  2. Joabe Felix Macedo disse:

    Sempre foi a melhor maneira de comprar, pois os financiamentos sempre foram abusivos, voce paga 03 veiculos, não é atoa que tem empresas que cobram na justiça estes golpes financeiros.
    O consócio é o meio mas confiavél de se fazer uma aquisição a longo prazo, mas sempre tem que observar o historico da instituição e confiar nos sorteio e boa sorte.

  3. GEL SANTOS disse:

    Ninguém fica sem comprar quando a questão é final de ano. O próprio Presidente Lula, emgrossou o habito brasileiro de compra… compre garoto. Pois quem esta com nome sujo no comercio, existem outras opções.Para comprar sempre tem uma saida. E o conórcio também é o brando a nivel de juros.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *