Início » Economia » Cerceamento à liberdade do Ipea é criticado
Polêmica

Cerceamento à liberdade do Ipea é criticado

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Entidades representativas dos economistas no Brasil divulgaram uma nota alguns dias após o manifesto em favor da gestão de Márcio Pochmann à frente do Ipea, alertando para o risco de um possível cerceamento à liberdade de produção do instituto.

A nota, assinada pelo Conselho Regional de Economia (Corecon SP), Fundação Nacional de Economistas (Fenecon) e Ordem dos Economistas do Brasil (OEB) atesta: “Nem nos piores momentos políticos vivenciados no país, inclusive no período da ditadura, tentaram calar o Ipea. O episódio das demissões sinaliza para o “temor” de que a independência do instituto esteja ameaçada, isso preocupa economistas e entidades que os representam”.

O presidente do Corecon/SP, Wilson Roberto Villas Boas, disse que as críticas não são direcionadas às demissões e sim a uma preocupação de que haja cerceamento ao debate econômico.

 

Fontes:
Estadão - Entidades alertam para cerceamento à liberdade no Ipea

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Essa caça às bruxas é uma coisa criminosa, típica desses stalinistas.

  2. Vasco A. Duval disse:

    Êles são olimpicamente indiferentes a estes aspéctos criminais ou de ética.
    Temos, em nosso País e no exterior uma infinidade de exemplos da truculencia, selvageria e indiferença a qualquer que seja o valor humano. Um exemplo simples e notório aqui entre nós, está nos "sem-terras" (sic)que sugam o dinheiro do povo sofrido, via verbas governamentais, para se estruturar e perpetrar vandalismos e assassinatos.
    Para os socialistas de carteirinha, a “democracia” pressupõe sempre duas opções: a) – “deve ser como êles querem” ou b)- “tem que ser como êles querem”. Em alguns casos pode-se contar com uma terceira opção: “Só se for como êles querem”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *