Início » Economia » Copom eleva taxa básica de juros para 11,25% ao ano
Economia

Copom eleva taxa básica de juros para 11,25% ao ano

Até setembro, o IPCA somou 6,75% em 12 meses, o que está acima do teto de 6,5%, fixado pelo governo

Copom eleva taxa básica de juros para 11,25% ao ano
Com a elevação da inflação e atividade baixa, o cenário econômico preocupa especialistas (Reprodução/Internet)

A primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) após as eleições elevou a taxa básica de juros (Selic) para 11,25%, superando as expectativas do mercado que era de 11%. A mudança obteve cinco votos favoráveis contra três no comitê, resultando no maior índice de juros desde o fim de 2011.

O mercado financeiro apostava que o governo optaria pela manutenção da Selic, mantendo os 11%, em um momento de fraca atividade econômica, tendo o PIB registrado retração no primeiro semestre; e quando, até setembro, a inflação já estava somando 6,75%, com base no IPCA, ultrapassando o teto da meta do governo, que era de 6,5%. O governo, porém, não fala em descumprimento da meta.

“Para o Comitê, desde sua última reunião, entre outros fatores, a intensificação dos ajustes de preços relativos na economia tornou o balanço de riscos para a inflação menos favorável. À vista disso, o Comitê considerou oportuno ajustar as condições monetárias de modo a garantir, a um custo menor, a prevalência de um cenário mais benigno para a inflação em 2015 e 2016”, diz explicação divulgada pelo comitê.

O momento é marcado pelo baixo nível de atividades e queda nos commodities, o que pode conter a inflação; mas os preços continuam tendendo a subir por causa da alta do dólar, dos preços administrados, como as contas de telefonia, água e combustíveis,  e da elevada inflação dos serviços. Para este ano, 2015 e 2016, a meta central da inflação é de 4,5%, mas o IPCA ( índice de referência) pode variar de 2,5% a 6,5% sem descumpri-la.

Fontes:
G1 - Após as eleições, Copom surpreende e sobe juros para 11,25% ao ano

2 Opiniões

  1. Joma Bastos disse:

    Estamos em plena Crise Econômica Brasileira, e com a continuação desta governação, com toda a certeza irá agudizar-se em 2015.

  2. Sandra disse:

    Depois de acusar Aécio Neves de que os tucanos subiriam os juros até 25% ao se ele fosse eleito, Dilma Rousseff, 72 horas após ser reeleita, aumentou a taxa SELIC para 11,25% ao ano, reconhecendo que a inflação é fora de controle. O nome disso é estelionato eleitoral.PT o governo da mentira!!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *