Início » Economia » Crise estimula contrabando de cigarro na Europa
Vendas ilícitas

Crise estimula contrabando de cigarro na Europa

Na Espanha, as vendas ilícitas aumentaram 300% apenas em 2011

Crise estimula contrabando de cigarro na Europa
Cigarros à venda pela metade do preço em um mercado na Irlanda (Fonte: Reprodução/The New York Times)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A crise econômica vem estimulando um tipo de contrabando há anos realizado na Europa, o de cigarros, que geralmente são transportados escondidos em móveis, brinquedos e até em árvores de natal.

A perda de receitas fiscais provenientes deste tipo de contrabando gera um grande impacto, principalmente porque a União Europeia é financiada em parte por taxas alfandegárias.

Um membro alemão do Parlamento europeu diz que o prejuízo é de € 1 bilhão no orçamento da UE e de até € 9 bilhões nos países-membros.

Interesse por produtos mais baratos

Uma pesquisa feita em 27 países europeus mostrou que a concorrência no mercado negro de cigarros atingiu níveis recordes. Na Espanha, as vendas ilícitas aumentaram 300% apenas em 2011. Na Irlanda, mais de 17% do mercado é controlado por contrabandistas.

Um relatório divulgado em junho pela KPMG para a Philip Morris International revelou que o mercado negro de cigarros cresceu de forma constante pelo quinto ano consecutivo.

O ministro das Finanças da Bulgária, Simeon Djankov, explica que “em tempos de crise econômica, especialmente uma crise longa como a que a Europa está experimentando, as pessoas têm menos rendimento disponível e ficam especialmente interessadas em produtos mais baratos”.

Fontes:
Diário Digital - Com crise, contrabando de tabaco cresce na Europa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *