Início » Economia » Crise na Venezuela foi pivô de reaproximação entre EUA e Cuba
Relações diplomáticas

Crise na Venezuela foi pivô de reaproximação entre EUA e Cuba

Queda no preço do petróleo afunda economia venezuelana e lança incertezas sobre a sustentabilidade da ajuda que o país envia a Cuba

Crise na Venezuela foi pivô de reaproximação entre EUA e Cuba
Os presidentes de Cuba, Raúl Castro, com seu fiel aliado, o venezuelano Nicolás Maduro (Reprodução/Efe)

Não é difícil entender por que o presidente cubano Raúl Castro está interessado em estreitar os laços com os Estados Unidos depois de mais de 50 anos de embargo.

Leia mais: EUA e Cuba anunciam retomada das relações diplomáticas 

Durante os últimos 12 anos, a moribunda economia de Cuba tem sido sustentada por subsídios da Venezuela, principalmente na forma de petróleo barato. A queda no preço do petróleo levou a economia da Venezuela a uma profunda recessão.

O grau de aprovação do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, sucessor de Hugo Chávez, caiu para 25%, lançando incertezas sobre a sustentabilidade da ajuda venezuelana a Cuba.

Nesta quarta-feira, 17, Maduro afirmou que está “muito feliz” com o anúncio feito por Barack Obama de restabelecer as relações diplomáticas com Cuba. “Es un día histórico“, disse.

 

Fontes:
The Economist - At last, a thaw
La Razon - 'Estoy feliz por el gesto de Obama'

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *