Início » Economia » Cuba se prepara para abolir o peso conversível
Reforma monetária em Cuba

Cuba se prepara para abolir o peso conversível

Jornal estatal orienta empresas sobre como agir quando o 'câmbio conversível' for abolido, num claro sinal de que a unificação das moedas acontecerá ainda este ano

Cuba se prepara para abolir o peso conversível
Sistema de duas moedas atrapalha a economia do país (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Uma edição especial do jornal estatal cubano Gaceta Oficial, publicada em 6 de março, sugere que o regime cubano está perto de reformar o complicado sistema de dupla moeda da Ilha. A reportagem dá instruções para empresas cubanas sobre o que fazer quando o “peso conversível” for abolido. O jornal, no entanto, não chega a anunciar uma data exata para a mudança ou especificar a taxa de câmbio que será aplicada no novo sistema.

As novas instruções para o dia em que o peso conversível for abolido, um momento descrito pelo jornal como o “dia zero”, representa um passo importante para a unificação da moeda cubana. Uma nota oficial do governo, publicada em 22 de outubro de 2013, já confirmava que as autoridades elaboraram um calendário para a mudança, mas sem fornecer detalhes sobre a data.

Dois pesos, duas moedas

O peso conversível foi introduzido em 2004 e substituiu o uso generalizado do dólar americano em Cuba. A moeda, cujo valor de câmbio é fixado ao dólar, é geralmente usada por turistas e também para operações no exterior, como a compra de produtos importados.

Atualmente, o peso conversível pode ser trocado por dólares em bancos cubanos, mas ele não é aceito fora do país. O câmbio em Cuba também costuma ser feito em outras moedas, já que os bancos cubanos não costumam vender dólares norte-americanos e, quando os compram, impõem um custo adicional de 10%.

O tradicional peso cubano é a moeda da economia doméstica, com preços e salários fixados nele. Atualmente, o peso cubano só pode ser convertido para outra moeda em dois estágios: primeiro é preciso trocar pesos cubanos para pesos conversíveis e, em seguida, para a moeda estrangeira. Quando o governo abolir o peso conversível, será possível trocar o peso cubano para uma moeda estrangeira em uma única transação.

Governo espera reduzir distorções

A unificação das moedas deve remover as enormes distorções que existem atualmente na economia doméstica, como resultado da existência de duas taxas de câmbio diferentes. O impacto da abolição do peso conversível vai depender de como os preços se ajustam, e o objetivo das instruções antecipadas parece ser o de controlar o processo por meios administrativos, para minimizar a instabilidade dos preços. Apesar dos esforços do governo para minimizar a confusão especificando regras e fórmulas sobre ajuste de preços, algum distúrbio será inevitável. A gestão política do “dia zero” será um desafio.

Há riscos políticos e econômicos associados principalmente ao processo de ajuste da taxa de câmbio, mas a medida irá favorecer o crescimento econômico do país. A recente publicação de documentos orientando empresas sobre o que fazer após a mudança aumenta a probabilidade de que a reforma monetária ocorra ainda este ano.

Fontes:
The Economist Intelligence Unit - Cuba prepares for exchange-rate reform

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *