Início » Economia » Dólar dispara mais de 5% e bolsa paralisa negociações
ALVOROÇO POLÍTICO

Dólar dispara mais de 5% e bolsa paralisa negociações

Dólar amanhece em alta de 5,77% e Ibovespa registra queda de 10,46% no 1º dia após o escândalo envolvendo a compra do silêncio de Cunha por Temer

Dólar dispara mais de 5% e bolsa paralisa negociações
O último 'circuit braker' tinha ocorrido durante a crise financeira mundial de 2008 (Foto: Pixabay)

O dólar amanheceu nesta quinta-feira, 18, com alta de 5,77% e chegou a ser cotado em R$ 3,315. A alta da moeda americana veio um dia após a divulgação da notícia de que o presidente Michel Temer deu aval para o dono da JBS comprar o silêncio de Eduardo Cunha.

Além disso, o Ibovespa, o principal índice do mercado de ações da Bovespa, chegou a registrar uma queda de 10,46%, o que levou a B3 (empresa resultante da fusão de BM&FBovespa e Cetip) a interromper as negociações, em uma ação conhecida como “circuit braker”. A última vez que isso tinha ocorrido foi durante a crise financeira mundial de 2008.

Com isso, o pregão foi paralisado por 30 minutos em uma tentativa de reestabilizar o mercado de ações. Já no câmbio, houve paralisação de uma hora e outra poderá ser feita caso haja alta de mais 2%.

Entre as maiores quedas de ações registradas no pregão está o Banco do Brasil, que despencou 24,57% na abertura. O setor financeiro, de maior peso na composição do Ibovespa, também teve recuos – caso das ações do Itaú Unibanco e Bradesco, que caíram 18,84% e 17,63%, respectivamente. Já os papéis preferenciais (sem direito a voto) da Petrobras recuaram 18,70%, a R$ 12,69, e os ordinários (com direito a voto) caíram 19,87%, a R$ 12,69.

O Banco Central chegou a divulgar uma nota na manhã desta quinta-feira informando que acompanhará o impacto das informações divulgadas pela imprensa e “atuará para manter a plena funcionalidade dos mercados”. “Esse monitoramento e atuação têm foco no bom funcionamento dos mercados. Não há relação direta e mecânica com a política monetária, que continuará focada nos seus objetivos tradicionais”, diz a nota.

“O cenário é bastante complicado não só pelo pregão de hoje, que todos sabiam que seria um banho de sangue. O maior problema é a indefinição sobre o que vai acontecer no futuro. Vai haver renúncia, impeachment, novas eleições, Lula de volta? Não sabemos. Por isso que o BC tem que agir logo, porque senão o mercado entrará em uma espiral”, disse o analista Paulo Petrassi, da Leme Investimentos.

A notícia também impactou os ativos relacionados ao Brasil no exterior. O risco-país medido pelo CDS (Credit Default Swap, espécie de seguro contra calote) disparou 60 pontos na abertura, indo para 267 pontos.

Para analistas, Temer ficou em uma situação delicada para manter a governabilidade necessária pra conseguir aprovar as reformas econômicas da sua agenda, como a da Previdenciária e a trabalhista.

Fontes:
Extra-Dólar dispara mais de 5% e operações são paralisadas
O Globo-Bolsa aciona “circuit breaker” após queda atingir 10%

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *