Início » Economia » Dólar opera em alta e chega quase a R$ 4,10
ECONOMIA

Dólar opera em alta e chega quase a R$ 4,10

Altas variações da moeda americana, no entanto, são comuns em anos eleitorais

Dólar opera em alta e chega quase a R$ 4,10
Conforme as eleições se aproximam, a variação pode ser ainda maior (Foto: PxHere)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O dólar opera em alta nesta quarta-feira, 22. A moeda americana chegou a custar R$ 4,0732 às 11h45, conforme noticiou a Agência Brasil. Embora seja a sexta alta consecutiva do dólar, a variação, no entanto, é esperada.

Em anos eleitorais, é normal que a economia brasileira passe por momentos de instabilidade, principalmente quando as pesquisas presidenciais começam a ser divulgadas. Isso porque o mercado ainda está incerto sobre quem será o próximo presidente, e tende a se resguardar.

Muitos especialistas preveem variações ainda maiores para a moeda com a proximidade das eleições de 2018, que ocorrem no dia 7 de outubro. Um dos motivos é porque, em ano eleitoral, o investimento de empreendedores costuma diminuir, causando desaquecimento na economia e redução da produtividade de empresas.

A divulgação das pesquisas eleitorais, principalmente quando há grandes mudanças de intenção de votos, favorecem a variação do dólar e a incerteza na economia. Essa incerteza pode aumentar ainda mais, em casos em que a plataforma de governo apresentada pelos presidenciáveis é muito diferente – como no cenário atual.

No entanto, vale a pena ressaltar que essas variações do mercado tem um viés especulativo, por isso a instabilidade durante o período eleitoral é tão grande. Essa falta de estabilidade contribui para que os investimentos sejam reduzidos. Normalmente, os especialistas aconselham, principalmente quem está começando a investir, a esperar que o próximo presidente seja definido para saber se o negócio será viável.

Fontes:
Organizze-Como as eleições interferem na economia? Veja 4 razões.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *