Início » Economia » Dólar segue oscilando em meio à incerteza eleitoral
ECONOMIA

Dólar segue oscilando em meio à incerteza eleitoral

Cotação do dólar varia entre R$ 4,05 e R$ 4,10 nesta sexta-feira, 21, em meio à incerteza do período eleitoral

Dólar segue oscilando em meio à incerteza eleitoral
A maior procura pelo dólar fortalece a moeda americana e enfraquece o real (Foto: Pixabay)

A cotação do dólar flutua entre R$ 4,05 e R$ 4,10 nesta sexta-feira, 21. A instabilidade do real frente à moeda americana se dá ao fato das incertezas eleitorais do Brasil. No período de eleições, é comum que a cotação do dólar flutue frequentemente.

Há pouco mais de uma semana, o dólar atingiu o seu maior valor desde o lançamento do Plano Real, chegando a R$ 4,196. Agora, a moeda americana está em baixa comparada ao período, mas os valores podem mudar com o lançamento de novas pesquisas eleitorais.

O mercado enxerga o Brasil com insegurança devido aos candidatos chamados de “pró-mercado” estarem em baixa nas pesquisas eleitorais. Devido a isso, e ao crescimento nas pesquisas de candidatos menos comprometidos com modelos econômicos que agradem o mercado, a moeda tende a variar.

Dessa forma, os investidores tendem a comprar mais dólares, justamente pelo futuro incerto. A moeda americana seria uma forma de investimento seguro frente às incertezas eleitorais e econômicas. Quanto maior a busca pelo dólar, mais caro ele fica. A variação da moeda americana deve continuar constante até a definição das eleições de 2018, segundo os analistas.

Vale a pena ressaltar que essas variações do mercado tem um viés especulativo, por isso a instabilidade durante o período eleitoral é tão grande. Essa falta de estabilidade contribui para que os investimentos sejam reduzidos. Normalmente, os especialistas aconselham, principalmente quem está começando a investir, a esperar que o próximo presidente seja definido para saber se o negócio será viável.

 

Leia mais: Dólar opera em alta e chega a quase R$ 4,10

Fontes:
G1-Dólar oscila, após cair a R$ 4,05, de olho em eleição

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *