Início » Economia » Internacional » EUA não descartam aliança com Irã contra jihadistas no Iraque
Crise no Iraque

EUA não descartam aliança com Irã contra jihadistas no Iraque

Secretário de Estado americano, John Kerry, declara que EUA não descartam cooperação militar com o Irã para conter jihadistas no Iraque

EUA não descartam aliança com Irã contra jihadistas no Iraque
Kerry disse ainda que uso de aviões-robô é uma opção (Reprodução/internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O secretário de Estado americano, John Kerry, afirmou nesta segunda-feira, 16, que os Estados Unidos não descartam a cooperação militar com o Irã para enfrentar a crise no Iraque.

Segundo Kerry, o uso de aviões-robô é uma opção. De acordo com as informações da NBC News, cerca de 100 soldados e fuzileiros navais americanos chegaram a Bagdá durante a noite para reforçar a segurança da Embaixada Americana.

A declaração de Kerry foi dada no mesmo dia em que jihadistas sunitas tomaram o controle da cidade de Tal Afar, localizada a 420 km a noroeste de Bagdá, em mais um ataque ao governo xiita do primeiro-ministro Nouri al-Maliki. Há uma semana, membros do grupo jihadista Estado Islâmico do Iraque e da Síria (ISIS) tomaram a segunda maior cidade do país, Mossul, e a cidade natal de Saddam Hussein, Tikrit, em uma ofensiva relâmpago.

Segundo o prefeito de Tal Afar, Abdullah Abdul, a cidade foi tomada pouco antes do amanhecer. A cidade tem cerca de 200 mil pessoas, em sua maioria de etnia xiita e turcomana sunita. A diversidade étnica da região levanta preocupações de que atrocidades em grande escala poderão ser cometidas pelos rebeldes sunitas, já que a eles foram atribuídas as mortes de centenas de xiitas em áreas tomadas pelos radicais.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, alertou nesta segunda-feira contra a retórica sectária, dizendo que ela “pode agravar o conflito e causar sérias consequências em toda a região”.

Membros do governo iraniano estão reunidos nesta segunda-feira com as potências mundiais, incluindo os Estados Unidos, para discutir o programa nuclear do Irã. Há uma grande expectativa de que o encontro seja utilizado também ​​para debater um possível acordo entre Washington e Teerã em Bagdá, com o presidente dos EUA, Barack Obama, considerando todas as opções para o Iraque.

Fontes:
O Globo-Kerry: Estados Unidos não descartam cooperar com o Irã pelo Iraque

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *