Início » Economia » Internacional » Como as atividades vulcânicas provocam maremotos
ONDAS GIGANTES

Como as atividades vulcânicas provocam maremotos

Não são apenas terremotos que desencadeiam maremotos. Erupções também são responsáveis pelo fenômeno, que matou mais de 400 pessoas na Indonésia na semana passada

Como as atividades vulcânicas provocam maremotos
Vale ressaltar que os maremotos correlacionados com vulcões não são tão incomuns (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em 26 de dezembro de 2004, um forte terremoto a oeste da ilha de Sumatra, na Indonésia, provocou um maremoto de extensas proporções – que atingiu dez países, vitimou 230 mil pessoas e devastou a infraestrutura de centenas de cidades banhadas pelo Oceano Índico.

Porém, o maremoto que vitimou mais de 400 pessoas na semana passada, na Indonésia, é um alerta de que as ondas gigantes nem sempre são causadas por terremotos. Ele foi reflexo de uma erupção na ilha vulcânica de Anak Krakatau, que resultou no deslizamento da vertente sudoeste do vulcão de mesmo nome da ilha. Ao cair no mar, a porção de terra gerou ondas gigantes que atingiram a costa oeste da ilha de Java e o sul da ilha de Sumatra.

Maremotos – também chamados de tsunami – são desencadeados quando uma grande quantidade de água é rapidamente deslocada. Em um terremoto, o deslocamento pode ocorrer quando o solo se move e gera uma falha em placas tectônicas.

Já as atividades vulcânicas acabam gerando maremotos de uma forma diferente. Após uma erupção, parte do vulcão na superfície – ou a parte subaquática – pode entrar em colapso, criando um deslizamento de terra, que desloca a água. Além disso, o maremoto pode ocorrer em decorrência de colapso da câmara de magma, que fica abaixo do vulcão e é esvaziada durante uma erupção.

Vale ressaltar que os maremotos correlacionados com vulcões não são tão incomuns. Uma erupção em 1792, no Japão, criou ondas de centenas de metros de altura. Também ocorreu um deslizamento de terra durante uma erupção em 1980, no Monte Santa Helena, em Washington.

Deslizamentos de terra que atingem a água às vezes podem criar grandes ondas. A maior onda já registrada foi causada por um deslizamento de terra na Baía de Lituya, no sudeste do Alasca, em julho de 1958. Ela foi consequência de um terremoto, não uma erupção, mas criou uma onda que varreu a vegetação da encosta do lado oposto da baía. Um geólogo da United States Geological Survey, medindo as marcas deixadas, determinou que a altura da onda era de mais de 700 metros.

Fontes:
The New York Times-How Volcanic Activity Can Spawn Tsunamis

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *