Início » Internacional » Cresce o número de mortes causadas pelo furacão Florence
FLORENCE

Cresce o número de mortes causadas pelo furacão Florence

Carolina do Norte enfrenta uma das piores crises da história

Cresce o número de mortes causadas pelo furacão Florence
Furacão continua atingindo os Estados Unidos (Foto: Nasa)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Carolina do Norte enfrenta uma crise em todo o estado devido ao furacão Florence, que devastou e inundou várias regiões, colocando em risco comunidades da costa, exigindo mais de mil pessoas resgatadas.

O número de mortes subiu para, pelo menos, 16 nas Carolinas do Norte e do Sul, onde estradas estavam mais perigosas, com árvores caídas.

Mitch Colvin, prefeito de Fayetteville, município localizado na parte leste da Carolina do Norte, mostrou preocupação com as inundações e a possibilidade de que elas possam prejudicar pontes que ligam cidades do estado. A cidade de Wilmington está isolada. Autoridades planejam transportar alimentos e água para as quase 120 mil pessoas que não podem sair da cidade.

“As coisas estão se deteriorando”, disse Colvin. As comunidades localizadas no oeste da Carolina do Norte temem por deslizamentos.

Funcionários dos serviços de emergência dos EUA ressaltaram que outros estados estão no caminho do Florence.

“Estamos antecipando que a população está prestes a ver danos passando pela Virgínia Ocidental, até Ohio”, disse Brock Long, da Agência Federal de Gestão de Emergências (Fema).

Os moradores próximos ao rio Lumber, na Carolina do Norte, foram retirados de suas casas através de barcos flutuantes, devido ao fato de que os alagamentos poderiam se repetir nos próximos dias.

O prefeito de New Bern, uma das cidades mais afetadas, disse à NBC que estabeleceu toque de recolher para os moradores, além de relatar que 30 estradas permanecem intransitáveis. A cidade teve até agora 4.200 residências e mais de 300 prédios comerciais danificados, além de 6.000 pessoas sem energia e 1.200 transferidas para abrigos.

 

Leia mais: Furacão Florence deixa mortos nos Estados Unidos
Leia mais: Usinas nucleares no caminho do furacão Florence

Fontes:
The New York Times-Storm ‘Has Never Been More Dangerous,’ Governor Warns
The Guardian- Wilmington cut off from North Carolina by Florence flooding

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *