Início » Economia » Internacional » Fome ameaça matar milhares na Nigéria
CRISE HUMANITÁRIA

Fome ameaça matar milhares na Nigéria

Grupo jihadista Boko Haram proíbe população de ter acesso aos seus cultivos. Um pequeno estado do país tem mais refugiados do que toda a Europa recebeu no ano passado

Fome ameaça matar milhares na Nigéria
Mais de 120 mil pessoas podem morrer de fome na Nigéria no próximo ano (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Segundo as Nações Unidas, mais de 120 mil pessoas, sendo a maior parte delas crianças, correm risco de morrer de fome no próximo ano na Nigéria, por conta da insurgência do Boko Haram no país.

Lutas intensas em parte da Nigéria, Chade, Níger e Camarões fizeram com que mais de 2 milhões de pessoas fugissem de suas casas. Fazendeiros não podem cuidar de seus cultivos e grupos de ajuda humanitária não podem chegar a comunidades isoladas. Um pequeno estado do país tem mais refugiados do que toda a Europa recebeu no ano passado.

O Boko Haram perdeu terreno no ano passado, mas sua insurgência deixou grandes áreas de cultivo inacessíveis e muitas estradas sem condições para que comboios de ajuda passem. Para piorar, falta suporte internacional. As Nações Unidas só conseguiram 61% de sua meta para ajudar na crise da Nigéria.

Segundo Kashim Shetima, governador de Borno (estado nigeriano), a maioria das comunidades não pôde cuidar de suas plantações nos últimos quatro anos. Cerca de 80% da população de Borno foi proibida pelo Boko Haram de chegar a suas plantações.

Segundo Orla Fagan, um porta-voz do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (UNOCHA, na sigla em inglês), esta é a maior crise do continente e está sendo ignorada. “O que está acontecendo em Alepo é horrível, mas é tão ruim quanto o que está acontecendo no noroeste da Nigéria. Só que é um contexto diferente.”

Autoridades e voluntários alertam que se a situação continuar do jeito que está, pode fomentar o extremismo na região e incentivar a migração para outros lugares, como a Europa.

Fontes:
The Guardian-Tens of thousands of children at risk of starvation in Nigeria crisis

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Ludwig Von Drake disse:

    É a estratégia desses grupos para conseguir adeptos: enfraquecer corpo e mente pela fome. Afinal, sabemos que corpo ocioso e mente fraca é oficina do capeta.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *