Início » Economia » Internacional » Imprensa internacional repercute postagem de Bolsonaro
POLÊMICA

Imprensa internacional repercute postagem de Bolsonaro

O presidente postou um vídeo pornográfico em sua conta no Twitter como crítica ao Carnaval

Imprensa internacional repercute postagem de Bolsonaro
(Foto: Reprodução/CNN)

Após a polêmica envolvendo um vídeo postado pelo presidente Jair Bolsonaro em sua conta no Twitter, no último dia 5 de março, diferentes veículos estrangeiros comentaram a atitude exacerbada do presidente em relacionar os blocos de rua de Carnaval a atos vulgares.

O jornal Guardian afirmou que após a publicação do vídeo, o presidente recebeu duras críticas, onde a população alegou sentir nojo e indignação pela postagem. Já o Washington Post destacou que o presidente de extrema-direita foi criticado pelos próprios conservadores que, assim como ele, detestam pagãos e imorais, apontando como impróprio.

O Deutsche Welle, por sua vez, alegou que, ao invés de denunciar os possíveis “excessos” cometidos no Carnaval, Bolsonaro acabou ficando sob os holofotes de críticas. A rede CNN afirmou que, após a postagem na qual Bolsonaro solicitava que seus seguidores tirassem as próprias conclusões sobre o vídeo, praticamente todo o país começou a ridicularizar o presidente com a criação de diversas hashtags.

O jornal Independent  afirmou que os brasileiros condenaram rapidamente a postagem de Bolsonaro, alegando que o vídeo era uma má representação do festival. O El País concluiu que o presidente conservador causou vergonha e indignação em um país que é mundialmente conhecido pela festa de Carnaval.

Já oNew York Times relatou que ficou evidente que Bolsonaro é uma pessoa impulsiva em suas redes sociais e fez com que diversas pessoas se sentissem desconfortáveis com o vídeo. O Le Monde declarou que a postagem de Bolsonaro foi uma “bomba escatológica” e afirmou que o presidente demonstra pouco a pouco a extensão de sua futilidade”. Por fim, o Corriere Della Sera relatou que o vídeo foi bastante polêmico e desagradou aos conservadores e aos foliões

 

Leia mais: Planalto diz que Bolsonaro não quis criticar Carnaval

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *