Início » Economia » Internacional » Pintura de Monet é arrematada por valor recorde
INTERNACIONAL

Pintura de Monet é arrematada por valor recorde

O quadro do pintor foi arrematado por US$ 110 milhões, sendo considerado um dos dez maiores preços registrados em um leilão de arte

Pintura de Monet é arrematada por valor recorde
O exemplar é um dos poucos que foram colocados em leilão (Foto: Wikimédia/Claude Monet)

O pintor francês Claude Monet, um dos mais célebres entre os impressionistas, teve uma de suas pinturas da série “Meules” arrematada por mais de US$ 110 milhões (R$ 438 milhões) em um leilão realizado em Nova York, nos Estados Unidos.

O valor é considerado um recorde para um artista francês, sendo um dos dez maiores preços registrados em um leilão de arte. Anteriormente a peça havia sido avaliada em US$ 55 milhões por especialistas da casa de leilões Sotheby’s, porém, o preço foi superado rapidamente.

A peça, feita no inverno de 1890, em Giverny, na casa de Monet, na França, é considerada como uma dos maiores ícones da época do Impressionismo e mede 72 centímetros de altura por 92 centímetros de largura.

O valor da obra equivale a 44 vezes o preço que havia alcançado quando foi a leilão pela primeira vez, em 1986. Na época, o comprador anônimo obteve a obra por apenas US$ 2,5 milhões.

Com a duração de apenas oito minutos, o leilão contou com a presença de seis participantes. O preço do martelo foi de US$ 97 milhões, porém, com impostos e comissões, chegou a US$ 110,7 milhões.

Este exemplar é um dos poucos que foram colocados em leilão e que ainda são de propriedade privada.  Das 25 obras do pintor, 17 estão em instituições públicas, como no Museu Metropolitano de Arte, em Nova York.

Em 2016, outro quadro da série “Meules” foi vendido por US$ 81,4 milhões. Em 2018 outra obra de Monet, a “Nympheas em fleur” foi arrematada por US$ 84,6 milhões.

Fontes:
Folha de S.Paulo-Quadro de Monet é arrematado por R$ 440 milhões em Nova York
DW-Quadro de Monet é arrematado por valor recorde de mais de US$ 110 milhões

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *