Início » Economia » Internacional » Sobe para 21 o número de mortos em atentado no Quênia
ATENTADO EM NAIRÓBI

Sobe para 21 o número de mortos em atentado no Quênia

Governo elogiou a resposta ao ataque ao complexo hoteleiro em Nairóbi e afirmou que o episódio foi 'muito melhor administrado em comparação ao ataque ao Westgate', em 2013

Sobe para 21 o número de mortos em atentado no Quênia
A Cruz Vermelha informou que todas as vítimas já foram contabilizadas (Foto: Twitter/@yeni_ajose07)

Subiu para 21 o número de vítimas do atentado do grupo extremista Al Shabaab ao complexo hoteleiro Dusit, na capital queniana Nairóbi, ocorrido na última terça-feira, 15. A contagem anterior apontava 14 mortos. A Cruz Vermelha informou que todas as vítimas já foram contabilizadas, incluindo os extremistas mortos pela polícia.

O governo queniano considerou muito boa a resposta ao atentado. O ministro de Informação e Comunicações, Joseph Mucheru, afirmou que o episódio foi “muito melhor administrado em comparação ao ataque ao Westgate”, o shopping de luxo, também localizado em Nairóbi, atacado em 2013. Segundo o ministro a resposta rápida é reflexo de melhorias nas forças de segurança implementadas para impedir ataques de grande porte.

Agentes de esquadrões antibomba realizaram novas buscas no complexo hoteleiro nesta quinta-feira, 17, para detectar possíveis explosivos que ainda poderiam estar dentro do complexo. Duas pessoas foram presas, acusadas de facilitar o ataque.

O ataque

Na última terça-feira, 15, o grupo Al Shabaab, que é ligado à Al Qaeda, abriu fogo no completo hoteleiro. O ataque iniciou com os terroristas ateando fogo contra carros, além da explosão de um homem-bomba. Dezenas de pessoas foram feitas reféns por mais de 17 horas. Após intensa troca de tiros, a polícia conseguiu abater todos os extremistas envolvido no ataque.

 

Leia mais: Quênia contabiliza 14 mortos em atentado a complexo hoteleiro
Leia mais: Al Shabaab ataca complexo hoteleiro no Quênia

Fontes:
Aljazeera-Kenya attack: all accounted for in Al-Shabab hotel raid

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *