Início » Economia » Internacional » Último navio de escravos dos EUA é encontrado no Alabama
INTERNACIONAL

Último navio de escravos dos EUA é encontrado no Alabama

Em parceria com a National Geographic, o navio Clotilde foi descoberto em um dos rios do Alabama após 160 anos de seu naufrágio

Último navio de escravos dos EUA é encontrado no Alabama
O navio carregou cerca de 110 homens, mulheres e crianças (Foto: Andrew Hull/British Library/Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O último navio utilizado para contrabandear escravos da África para os Estados Unidos foi descoberto no Alabama, mais precisamente no rio Mobile, após quase 160 anos de seu naufrágio.

A Comissão Histórica do Alabama divulgou, através de sua página no Facebook, que a localização do navio de nome Clotilda foi uma “uma investigação científica de um ano”.

Clotilda foi descoberto com a parceria da empresa Search.Inc, considerada a maior empresa em gestão de recursos arqueológicos e culturais do mundo, e patrocinada pela organização sem fins lucrativos National Geographic Society.

De acordo com historiadores, Clotilda foi o último navio a levar africanos para os Estados Unidos. A embarcação funcionou em segredo após o Congresso americano proibir a importação dos escravos em 1807.

De acordo com o livro Dreams of Africa, o navio carregou cerca de 110 homens, mulheres e crianças para o Alabama em 1860, e acredita-se que ele tenha sido intencionalmente afundado no mesmo ano para esconder provas sobre o tráfico de escravos.

De acordo com o arqueólogo Frederik Hibert, “a descoberta de Clotilda lança uma nova luz sobre um capítulo perdido da história americana”.

Segundo a National Geographic, pesquisadores utilizaram dezenas de registros para determinar as dimensões de Clotilda. Os estudiosos afirmaram que o navio tem características únicas, como tábuas de pinheiro amarelo do sul e molduras de carvalho branco.

Fontes:
The Guardian- Last known US slave ship found in Alabama

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *