Início » Economia » Internacional » Uruguai prende chefe do Exército por ‘atividade política’
MILITARES E POLÍTICA

Uruguai prende chefe do Exército por ‘atividade política’

Guido Manini Ríos ficará 30 dias preso por fazer críticas públicas a projeto de lei

Uruguai prende chefe do Exército por ‘atividade política’
Guido Manini Ríos ficará preso por 30 dias (Fonte: Reprodução/Twitter)

Na mesma semana em que, no Brasil, o comandante do Exército do país deu uma polêmica entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, dizendo que, diante da polarização na política brasileira, “a legitimidade do novo governo pode até ser questionada”, o Uruguai anunciou a prisão do comandante do seu Exército por “atividade política”.

Sobre o comandante do Exército do Brasil, general Eduardo Villas-Bôas, o candidato à presidência da República Ciro Gomes (PDT) chegou a afirmar: “No meu governo, militar não fala em política. Se fosse no meu governo, ele estaria demitido e provavelmente pegaria uma cana”.

Já o comandante do Exército do Uruguai, Guido Manini Ríos, ficará preso por 30 dias por fazer críticas públicas a um projeto de lei enviado ao Parlamento uruguaio pelo governo de Tabaré Vázquez. O projeto propõe uma reforma do sistema de pensões militares e uma nova lei orgânica para as Forças Armadas.

‘Exceto o voto’

A Constituição do Uruguai, em seu artigo 77, proíbe qualquer militar de “fazer parte de comissões ou de clubes políticos, de subscrever a manifestos de partidos, de autorizar o uso de seu nome e, de modo geral, de executar qualquer outro ato público ou privado de caráter político, exceto o voto”.

Questionado sobre a prisão de Ríos, o presidente Tabaré Vázquez afirmou que “comentar um projeto de lei que está em discussão no Parlamento é uma atividade política”.

Fontes:
O Globo - Uruguai manda prender comandante do Exército por dar opinião sobre lei

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *