Início » Vida » Comportamento » Economia mundial pode ser afetada por falta de interesse sexual dos japoneses
Japão

Economia mundial pode ser afetada por falta de interesse sexual dos japoneses

Terceira maior economia do mundo sofre com baixa taxa de natalidade

Economia mundial pode ser afetada por falta de interesse sexual dos japoneses
Abalo financeiro no Japão poderia facilmente afetar a economia mundial (Reprodução/ Internet)

A baixa taxa de natalidade no Japão, que se tornou a menor do mundo na última década, pode fazer com que o país não tenha uma população grande o suficiente para manter a sua economia. Como o país é a terceira maior economia do mundo, um mergulho na segurança financeira poderia facilmente afetar a economia mundial, segundo alguns especialistas.

A apatia sexual dos japoneses preocupa tanto que ganhou até um nome: “sekkusu shinai shokogun”, que pode ser traduzido como “síndrome do celibato”.

A baixa natalidade não é o resultado de um pré-natal ineficiente ou de uma taxa alta de mortalidade, é apenas um indicador de que os japoneses não estão se interessando em casamentos, filhos ou até mesmo encontros amorosos.

De acordo com uma matéria publicada no jornal Guardian, em 2013, 45% das mulheres e 25% dos homens entre 16 e 24 anos não “estão interessados ou desprezam o contato sexual”.

Essa falta de interesse também tem relação com a atitude social dos japoneses perante as mulheres. Segundo uma reportagem publicada no Washington Post, as mulheres que engravidam ou que se casam sofrem uma  pressão social forte para largarem seus empregos e cuidar da família. Há inclusive uma palavra para designar mulheres casadas que trabalham: “oniyome”, o que equivaleria a esposas diabólicas.

Fontes:
Metro-Japanese people don’t like having sex, and it could be harming the global economy
The Washington Post-Japan’s sexual apathy is endangering the global economy
The Guardian- Why have young people in Japan stopped having sex?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *