Início » Economia » Escassez de moeda afeta empresas e trabalhadores na Índia
FALTA DE DINHEIRO

Escassez de moeda afeta empresas e trabalhadores na Índia

Decisão do governo de retirar cédulas de 500 e 1.000 rúpias de circulação gera demissões e mergulha Índia na crise

Escassez de moeda afeta empresas e trabalhadores na Índia
População indiana tem encontrado dificuldades para substituir cédulas de 500 e 1.000 rúpias (Foto: Wikipedia)

A decisão do governo indiano de retirar de circulação as cédulas de 500 e 1.000 rúpias (em torno de R$ 26 e R$ 52), para combater a corrupção e o mercado negro, vem desencadeando uma crise no país por conta da falta de dinheiro. Várias empresas e milhares de trabalhadores indianos já sentem os efeitos da desmonetização.

Desde o anúncio do primeiro-ministro Narendra Modi no dia 8 de novembro de que essas notas sairiam de circulação, a população indiana tem encontrado dificuldades para substituí-las por cédulas de menor valor. A situação se agrava ainda mais pelo fato de que apenas 150 milhões de indianos (cerca de 12% da população do país) possuem uma conta bancária para depositar o dinheiro que ficou inutilizável na rua.

Além disso, a escassez de notas faz com que os trabalhadores indianos fiquem com seus salários atrasados, prejudicando o consumo no país – responsável por 56% da economia indiana.

A falta de dinheiro também impactou empresas nos principais centros do país. Elas, sobretudo as pequenas e médias empresas, que foram responsáveis por alavancar a economia indiana e atrair dezenas de milhares de trabalhadores por todo o país nos últimos dois anos vêm registrando quedas sucessivas na produção e nas vendas.

A Índia, que nas últimas duas décadas viveu um grande crescimento e é a terceira maior economia da Ásia, hoje sente os efeitos da polêmica decisão de Modi. Neste mês, o grupo Goldman Sachs rebaixou a perspectiva de crescimento do país para 6,3% em 2017.

A desmonetização tem sido alvo de críticas por políticos no país. O ministro chefe do estado de Déli, Arvind Kejriwal, afirmou que a população está em “estado de pânico” e pediu para que a decisão do governo fosse revertida. “O governo não tem absolutamente nenhum plano”.

O ministro de Micro, Pequenos e Médios Empreendimentos, Kalraj Mishra, no entanto, minimiza os efeitos da desmonetização, considerando-os “temporários”. “Uma vez que o fluxo de moeda corrente recomeçar, a indústria voltará a crescer”, destacou o ministro.

Fontes:
Washington Post-India’s currency crisis is stalling small industries and sending workers home
El País-A Índia fica sem dinheiro
Diário de Notícias-A crise das notas que abala a Índia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *