Início » Economia » Facebook compra WhatsApp por US$16 bilhões
Negócios e internet

Facebook compra WhatsApp por US$16 bilhões

Valor alto pago pela rede social sinaliza até onde Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, está disposto a ir para garantir a dominância de sua criação na internet

Facebook compra WhatsApp por US$16 bilhões
Valor da compra pode chegar a US$ 19 bilhões nos próximos quatro anos (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O frenesi para dominar o mercado de comunicações na internet atingiu um novo patamar nesta quarta-feira, 19, quando o Facebook anunciou sua maior aquisição até agora. A gigante das redes sociais irá pagar pelo menos US$ 16 bilhões pelo WhatsApp, um aplicativo gratuito de mensagens de texto com 450 milhões de usuários ao redor do mundo.

O preço é de arregalar os olhos e sinaliza até onde o cofundador e executivo-chefe do Facebook, Mark Zuckerberg, está disposto a ir para proteger o status dominante de sua rede social na internet. A compra também deve alimentar o debate sobre se as empresas de internet estão sobrevalorizadas.

O Facebook, com sede em Menlo Park , na Califórnia, vai pagar US$ 4 bilhões em dinheiro e US$ 12 bilhões em ações para o WhatsApp. Mas o custo final do acordo pode subir para US$ 19 bilhões, com os funcionários e fundadores do WhatsApp recebendo um adicional de US$ 3 bilhões em ações durante os próximos quatro anos.

Por qualquer medida, o Facebook está pagando um preço alto por um serviço que é amplamente utilizado internacionalmente, mas menos conhecido nos Estados Unidos. O WhatsApp não vende publicidade e tem uma receita muito baixa. Ele cobra dos usuários uma taxa fixa de US$ 1 por ano, para usar o serviço. O primeiro ano de uso é gratuito.

O preço da compra supera em muito o US$ 1 bilhão que o Facebook pagou pelo Instagram, o serviço de compartilhamento de fotos. Na época daquele acordo, em 2012, os críticos afirmaram que o Facebook pagou demais, e sua mais nova mega-aquisição deve desencadear críticas similares.

 

 

Fontes:
The New York Times - Facebook to Buy WhatsApp, a Messaging Start-Up, in a $16 Billion Deal

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *