Início » Economia » A falta de manteiga na França
ECONOMIA

A falta de manteiga na França

Um mercado pouco competitivo, dominado por grandes redes de supermercados, é responsável pela escassez de manteiga na França

A falta de manteiga na França
A manteiga é o ingrediente vital para a cozinha francesa (Foto: Pixabay)

A visão de prateleiras vazias em supermercados é comum em países como Zimbábue e Venezuela, mas seria inimaginável na França. No entanto, nas últimas semanas, os franceses que querem comprar manteiga deparam-se com frigoríficos vazios e desculpas dos gerentes dos supermercados.

Os artigos na imprensa dizem que é a pior crise de escassez de manteiga desde a Segunda Guerra Mundial. No hashtag #beurregate, os usuários de redes sociais fazem piadas a respeito da venda de pequenos pacotes de manteiga, ou até mesmo de uma fatia de torrada com manteiga, a preços tão absurdos que o metabolismo das pessoas se altera só com a sugestão da ingestão do excesso de gordura. O ingrediente é vital para a cozinha francesa. Um quarto do peso de um croissant, por exemplo, é resultado do uso da manteiga em sua fabricação. Os franceses são os maiores consumidores ​​de manteiga, além de grandes produtores. Então, por que a manteiga desapareceu das prateleiras dos supermercados franceses?

Em 2015, a União Europeia (UE) eliminou um sistema de cotas para os produtores de leite, com o objetivo de reduzir os subsídios e estimular o livre mercado. Além disso, os pequenos produtores de leite na França sofreram com um período de preços baixos. Alguns encerraram sua produção. Ao mesmo tempo, a demanda global por manteiga mudou. “A China descobriu os croissants”, disse Emmanuelle Auriole, da Toulouse School of Economics. No Ocidente os hábitos alimentares também estão mudando. O açúcar é o grande vilão para a saúde, enquanto o leite integral, a manteiga e o queijo são considerados alimentos saudáveis.  A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) registrou um aumento de 27% nos preços dos laticínios em setembro. Segundo a Bloomberg, o preço da venda por atacado de manteiga na Europa no mês de setembro em um total de €6,500 (US$7,750) por tonelada, foi um recorde desde a primeira coleta de dados há 17 anos.

Entretanto, os consumidores franceses estão privados de um dos seus alimentos preferidos, em razão de um mercado de varejo local menos competitivo do que em outros países. Como apenas um pequeno número de grandes supermercados domina o mercado, os preços para os fornecedores de muitos produtos são fixados só uma vez por ano, disse Auriole. Na Alemanha, os preços da manteiga aumentaram 72% do início deste ano até agosto e os produtores também tiveram reajustes proporcionais em seus pagamentos. Porém, os preços da venda de manteiga na França tiveram um aumento de apenas 6% no mesmo período. Não causa surpresa, portanto, que os produtores franceses prefiram exportar manteiga, em vez de atender à demanda local.

 

Fontes:
The Economist-Why France is facing a butter squeeze

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Daniela Villa disse:

    No Brasil, os escravos resolveram o problema da ausência de manteiga com uma bela canção, conhecida nas rodas de capoeira:
    “Vou dizer a meu sinhô. Que a manteiga derramou.
    E a manteiga não é minha. E a manteiga é de ioiô.
    Vou dizer a meu sinhô. Que a manteiga derramou”.
    E esses franceses que vão fritar ovo.

  2. Henrique O Motta disse:

    Como diria Maria Antonieta, se fosse viva, se não temos croissants, vamos aos brioches a base de margarina …

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *