Início » Economia » Gastos militares mundiais aumentam pela 1ª vez desde 2011
RANKING

Gastos militares mundiais aumentam pela 1ª vez desde 2011

EUA continuam a liderar gastos militares no ranking global

Gastos militares mundiais aumentam pela 1ª vez desde 2011
Militares americanos no Afeganistão (Foto: Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os gastos militares globais cresceram pela primeira vez desde que os Estados Unidos começaram a retirar suas tropas do Iraque e do Afeganistão, em 2011, segundo o Instituto de Pesquisa de Paz Internacional Stockholm (Sipri, na sigla em inglês). Os gastos militares mundiais totalizaram o valor de US$ 1,7 trilhões, um aumento de 1% em relação aos gastos de 2014.

Os Estados Unidos continuam a liderar o ranking de gastos em 2015, apesar de seu orçamento ter caído em 2,4%, formando um total de US$ 596 bilhões. Os cinco países que mais gastaram em 2015 foram: Estados Unidos, China, Arábia Saudita, Rússia e Reino Unido.

Os gastos militares cresceram na Ásia e na Oceania, na Europa central e no leste europeu, e em alguns países do Oriente Médio. Os gastos diminuíram na América do Norte, na Europa ocidental, na América Latina e Caribe, e na África.

Os gastos militares na Europa ocidental caíram 1,3%, enquanto em países da Europa Central os gastos aumentaram 13%, promovido pelo medo de uma resposta russa depois da crise na Ucrânia.

A queda mundial no preço do petróleo fez com que os gastos militares diminuíssem nos países dependentes do insumo. Outros países, incluindo a Rússia e a Arábia Saudita, continuaram a aumentar os gastos, mas a Rússia planeja fazer cortes em 2016, assim como é possível que aconteça na Arábia Saudita.

Já as ambições chinesas em relação ao Mar da China Meridional acabaram por estimular a compra de armas entre os países do sudeste asiático.

 

Fontes:
Bloomberg-The World Has Started Spending More on Weapons
Sipri-TRENDS IN WORLD MILITARY EXPENDITURE, 2015

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *