Início » Economia » Governo anuncia projetos para 50 novos portos privados
Comércio

Governo anuncia projetos para 50 novos portos privados

Investimentos nos portos devem chegar a R$ 11 bilhões, com capacidade de transporte de 105 milhões de toneladas de carga por ano

Governo anuncia projetos para 50 novos portos privados
Dilma anunciou a proposta de novos portos privados nesta quarta-feira (Reprodução/OGlobo)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O governo federal divulgou nesta quarta-feira, 3, a primeira lista de 50 portos privados que poderão ser abertos no país, com aporte de R$ 11 bilhões em investimentos particulares. O anúncio foi feito pela presidente Dilma Rousseff. Os terminais de uso privativo (TUPs) já obedecem às novas regras da Lei dos Portos.

A previsão é que os novos empreendimentos movimentem cerca de 105 milhões de toneladas de carga por ano. Os empreendimentos anunciados contemplam todas as regiões do país, sendo que 27 serão instalados no Norte, três no Nordeste, três no Centro-Oeste, 12 no Sudeste e cinco no Sul.

A relação mostra as áreas com empresas interessadas em construir terminais privativos. A partir desta quarta, novos interessados têm até o dia 5 de agosto para se manifestarem. Se mais empresas demonstrarem interesse em implantar terminal no mesmo local, haverá seleção.

Caso não haja mais interessados, o governo concederá prazo para documentação. A previsão é que todo o processo dure 120 dias. O empreendedor terá até três anos para começar a operar.

Ao todo, 123 solicitações para implantação dos terminais privativos foram enviadas à Secretaria Especial de Portos, inclusive da Petrobras, Ipiranga e do grupo EBX, de Eike Batista. Segundo o titular da pasta, Leônidas Cristino, nem todos os pedidos foram lançados juntos devido à documentação incompleta ou por não terem terreno próprio.

A regulamentação da Lei dos Portos foi publicada na última sexta-feira, 28, no Diário Oficial da União. A medida tem por objetivo melhorar a eficiência portuária e reduzir custos, além de atrair mais investimentos para atender à demanda crescente do país. O texto determina novos critérios para a exploração, concessão, autorização e arrendamento para a iniciativa privada de terminais de movimentação de carga em portos públicos.

Fontes:
Agência Brasil - Governo divulga as primeiras 50 propostas para implantação de portos privados

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *