Início » Economia » Governo aumenta em até 7,7% o preço dos medicamentos
Economia

Governo aumenta em até 7,7% o preço dos medicamentos

Reajuste determina três categorias de aumento, que variam de acordo com a participação dos genéricos no faturamento dos remédios

Governo aumenta em até 7,7% o preço dos medicamentos
Ao todo, mais de 19 mil remédios terão seu preço afetado pela medida (Foto: Reprodução/Internet)

O governo federal anunciou nesta terça-feira, 31, o aumento no preço dos remédios de 5% a 7,7%. A revisão foi publicada no Diário Oficial da União e faz parte da resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed).

Entram na lista de produtos com reajuste os medicamentos de uso contínuo, os de tratamento para doenças graves, além de antibióticos, anti-inflamatórios, diuréticos, vasodilatadores e ansiolíticos. Os fitoterápicos e homeopáticos não estão incluídos na determinação.

Serão três categorias de aumento, que diferem de acordo com a participação dos genéricos no faturamento. O reajuste de 7,7%, a taxa mais alta, será para os remédios em que a participação dos genéricos é de 20% ou mais. Mais da metade dos fármacos se encontram nessa categoria.

A segunda faixa, a categoria de menor número, corresponde aos remédios que tem entre 15% e 20% de participação dos genéricos no lucro. Eles terão reajuste de 6,35%. Nela estão apenas 2,5% dos medicamentos. Na terceira categoria vem os que o genéricos influenciam em menos de 15% no faturamento, correspondente a 43% do total de remédios vendidos. Eles terão reajuste de 5%.

Em 2014, a faixa de revisão dos preços foi bem menor, entre 1,02% e 5,68%. Isso se deve ao crescimento da inflação no país. Ao todo serão 19 mil medicamentos afetados pela resolução.

Fontes:
O Globo-Governo autoriza reajuste de 5% a 7,7% no preço dos medicamentos

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *