Início » Economia » Impacto da alta do dólar vai chegar a todos, diz economista
Brasileiro mais pobre

Impacto da alta do dólar vai chegar a todos, diz economista

Valorização da moeda americana deixa o brasileiro mais pobre

Impacto da alta do dólar vai chegar a todos, diz economista
Dólar ultrapassou a marca de R$ 4 (Fonte: Reprodução/Pixabay)

A alta do dólar, que fechou acima de R$ 4 nesta terça-feira, 22, maior valor já registrado desde a criação do Plano Real, deixa o brasileiro mais pobre.

Em entrevista ao portal Uol, Edgar de Sá, economista-chefe da FN Capital, afirmou que “o impacto da alta do dólar na vida das pessoas vai chegar a todos, inclusive à dona de casa”.

O professor da Escola de Economia de São Paulo da FGV Clemens Nunes explica, também em entrevista ao portal Uol, que o Brasil está em situação de desequilíbrio fiscal, e que “não há perspectiva de melhora. A consequência disso é que o real se desvaloriza e ficamos mais pobres. Perdemos poder de compra em relação ao resto do mundo”.

Ao contrário do que alguns acreditam, a alta do dólar não afeta apenas quem pretende viajar para o exterior. Todos são afetados, pois a valorização da moeda norte-americana puxa a inflação para cima.

Como o Brasil importa muitas matérias-primas como, por exemplo, o trigo, o consumidor passará a pagar mais por itens no supermercado, como o pão e o macarrão.

Há também o caso de itens produzidos nacionalmente, mas que têm seu preço atrelado ao dólar, como a soja, a carne, o café, o açúcar e o milho. Com o dólar mais caro, é mais vantajoso para o produtor exportar. Para manter o produto à venda no Brasil, o produtor vai querer aumentar o preço.

Clemens Nunes ressalta ainda que os produtores também “aproveitam a alta do importado para aumentar a margem de lucro do nacional”.

Fontes:
Uol - Dólar mais alto deixa o brasileiro mais pobre; veja quem ganha e quem perde

1 Opinião

  1. ney disse:

    O Dollar não esta alto é a moeda Brasileira que perdeu o valor.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *