Início » Economia » Impressoras baratas, cartuchos caros
Cartel dos cartuchos

Impressoras baratas, cartuchos caros

Os fabricantes de impressoras sempre as venderam baratas. Agora, barateiam os cartuchos, porém com menos tinta e ainda mais caros que os nacionais. Por Luiz Leitão

Impressoras baratas, cartuchos caros
Cartuchos HP 60b: original sem uso e aberto com tampa

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Raramente cartuchos similares para impressoras são encontrados nas grandes lojas. Segundo a fabricante Multilaser, grandes redes varejistas não fornecem suprimentos compatíveis porque a maioria revende os cartuchos originais e as impressoras.

Há marcas similares com padrões variáveis de qualidade, assim como as remanufaturadoras, que podem danificar o equipamento ou ter um desempenho inferior ao esperado.

Pelo menos dois fabricantes garantem também a impressora, se provado que o cartucho estragou o equipamento.

Qualquer produto é suscetível a ocorrências de RMA, um identificador alfanumérico que indica a autorização de devolução do produto para reparo ou reembolso, os índices de RMA da Multilaser estão abaixo de 0,1%, com a média da linha de suprimentos menor que 1,0%, e o da  Maxprint é 0,5%; o cartucho compatível com HP C9351 custa R$ 19,90 com 20 ml; o compatível com Epson TO 7312 R$ 9,90 com 11ml.

Em setembro, a HP anunciava cartuchos originais por R$ 24,90, mas com quantidades absurdamente díspares de tinta. O 60b preto com 4 ml; o 27b preto com 10 ml; 56b preto, com 19 ml!

Os HP 60b se inutilizam quando se esvaziam, impedindo a sua recarga. Se for fato, a empresa estaria vendendo um produto com um dispositivo de autodestruição. Testes com tais cartuchos mostraram que, recarregando-os com uma seringa, antes de se esvair a tinta original, o problema não ocorre.
Verdadeira a suposição, haveria um vício oculto. Recarregar cartuchos é direito do consumidor, e beneficia quem não pode pagar por um original. Um litro de boa tinta preta custa, em média, R$ 50,00. É o componente mais barato de um cartucho.

Além disso, a HP não tem mais rede de assistência técnica autorizada para produtos fora da garantia.

Essas impressoras só funcionam com ambos os cartuchos carregados, o colorido e o preto. Dez cartuchos pretos custam o mesmo que uma multifuncional F 4480 nova — R$ 250,00. Sem contar os coloridos.

A HP é a mais vendida no Brasil, seguida da Epson, cuja resolução é muito mais alta, e a impressão superior.

O site inglês Ink2You vende cartuchos HP remanufaturados para a impressora HP C4680 (Uma libra vale US$ 1,60).

Cada impressora consome diferentes quantidades de tinta, logo, o volume não reflete fielmente a capacidade de impressão em número de páginas. As normas ISO/IEC FDC 24711 e 24712 são as únicas que certificam o rendimento para cada impressora; mas não estão disponíveis gratuitamente aos consumidores.

Os cartuchos Epson preto e coloridos 73 contêm, respectivamente, 7ml e 5ml; as impressoras têm garantia de 2 anos, com rede de assistência autorizada.

A HP, com a “promoção” Trade-in, elimina boas impressoras que usam cartuchos maiores e vende as que só aceitam o 60, na maioria.

A Maxprint lançará seus compatíveis com HP 60 preto e colorido em janeiro e março de 2011, respectivamente. Seu cartucho para Epson, T117120, custa R$ 9,90, com 11 ml e rendimento de 180 páginas.

O cartucho 27 da Multilaser, testado e recarregado 8 vezes, imprimiu 375 páginas cheias. Custa R$19,90, com 18 ml. Os para Epson têm todos 11 ml, e foram comprados por R$ 7,23, em promoção. O original custa R$25,00, com 7 e 5 ml.

A HP diz que seus cartuchos imprimem o dobro dos recarregados ou de marcas compatíveis, baseada num estudo da empresa BRTÜV, realizado em 2007, comparando a tecnologia da época à atual…

Os fabricantes de impressoras sempre as venderam baratas, garantindo a rentabilidade na venda de consumíveis. Agora, barateiam os cartuchos, porém com menos tinta, e ainda mais caros que os nacionais.

Por tudo isso, informado, o Ministério Público de SP encaminhou o assunto à Secretaria de Direito Econômico, em Brasília.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. washington disse:

    Isso já acontece não é de hoje. É um verdadeiro caso chantagem comercial com o consumidor. Parece coisa de máfia, te deixam sem saída. Gostaria muito que as autoridades acabassem com esse estelionato, seria a hora da vingança.

  2. mundialcompras disse:

    eu acho que a Impressora Epson T50, é uma ótima Impressora,pois posso Imprime Direto em CD e DVD, Alta Qualidade Fotográfica.
    esse e outras novidades você só encontra no mundial compras. você também pode ver outros modelo

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *