Início » Economia » Índice Big Mac mostra real sobrevalorizado em quase 30%
The Economist

Índice Big Mac mostra real sobrevalorizado em quase 30%

Ferramenta permite calcular preços das moedas frente ao dólar

Índice Big Mac mostra real sobrevalorizado em quase 30%
Índice Big Mac (Fonte: Reprodução/The Economist)

A revista britânica The Economist lançou nesta quinta-feira, 31, o Índice Big Mac. Elaborado pela publicação desde 1986, trata-se de uma ferramenta que permite calcular preços das moedas frente ao dólar.

Em sua edição online, a revista ressalta que se trata de um guia divertido para saber se as moedas estão em seu nível “correto”. Baseado na teoria do poder de compra, o índice Big Mac calcula o valor necessário para comprar um sanduíche Big Mac — enquanto isso, cálculos tradicionais consideram uma cesta de produtos.

O Índice Big Mac mostra que o real está sobrevalorizado em quase 30% em relação ao dólar, com base no valor necessário para comprar o sanduíche carro-chefe da multinacional de fast-food. No Brasil o Big Mac custa o equivalente a US$ 5,64.

Na índia, o sanduíche custa apenas US$ 1,67. O Big Mac mais caro do mundo é vendido na Venezuela, pelo equivalente a US$ 9,08.

Fontes:
The Economist - The Big Mac index
G1 - Real está sobrevalorizado em quase 30%, aponta Índice Big Mac

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Ciro disse:

    “Dois …,molho especial, cebola, pickles e uma fatia de PT.”

  2. Rudy Lang disse:

    Pena que o italianinho não leia THE ECONOMIST.
    Só ele não sabe que essa sobrevalorização do real é fruto de suas diabólicas maquinações.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *