Início » Economia » Inflação atinge quase 1.700.000% na Venezuela
CRISE HUMANITÁRIA

Inflação atinge quase 1.700.000% na Venezuela

Se um produto custava 1 bolívar no início de 2018, o mesmo item fechou o ano com um valor de quase 17 mil bolívares

Inflação atinge quase 1.700.000% na Venezuela
Os números confirmam a grava crise humanitária, econômica e política pela qual a Venezuela passa (Foto: Wikimedia)

Antes prevista em 1.000.000% pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), a inflação na Venezuela alcançou 1.698.844% em 2018. Os dados foram divulgados pela Assembleia Nacional do país, controlada pela oposição a Nicolás Maduro.

Isso significa que, se um produto custava 1 bolívar no início de 2018, o mesmo item fechou o ano com um valor de quase 17 mil bolívares. Em 2017, a inflação na Venezuela foi de 2.616%.

“Gostaríamos de dar boas notícias, infelizmente não pudemos. Fechamos o ano de 2018 com uma inflação que afeta o bolso dos venezuelanos em 1.698.488,2%”, afirmou o chefe da Comissão de Finanças da Câmara, Rafael Guzmán.

Os números confirmam a grava crise humanitária, econômica e política pela qual a Venezuela passa. Os alimentos foram os que mais sofreram com a ascensão dos preços, com um aumento de 123%. Em seguida aparecem o setor de restaurantes e hotéis (197%), equipamentos domésticos (178%) e transporte (167%).

De acordo com Guzmán, a hiperinflação, que é uma das mais altas do mundo, pode ser explicada pelos ataques ao setor industrial do país, que está fragilizado. Dessa forma, o chefe da comissão contradisse Maduro, que havia informado que o país havia saído do processo de hiperinflação.

“Estamos entre as três [inflações mais altas] da história do mundo, esse é o resultado de [políticas] de Miraflores [sede do governo], dos que usurpam o poder, dos que estão nos levando à tragédia que nós estamos vivendo no país”, destacou.

Apesar de ter sido superior ao que foi previsto pelo FMI, a inflação não ultrapassou o 2.000.000%, como havia divulgado anteriormente a Assembleia Nacional. No entanto, o órgão ainda crê que a inflação em 2019 ultrapassará os 10.000.000%.

A Assembleia Nacional assumiu o dever de divulgar os dados sobre a inflação no país há três anos, quando o Banco Central deixou de divulgar as informações. Atualmente, 87% da população venezuelana está em situação de pobreza, com quase 3 milhões de pessoas emigrando desde 2015.

Novo mandato

O presidente Nicolás Maduro assume o seu novo mandato como chefe de Estado da Venezuela nesta quinta-feira, 10. Eleito em 2018, a vitória de Maduro não foi reconhecida por alguns órgãos venezuelanos e dezenas de países internacionais, principalmente da América Latina, que têm imposto diferentes restrições ao governo venezuelano.

 

Leia também: Maduro inicia novo mandato na próxima quinta-feira
Leia também: Inflação nos últimos 12 meses na Venezuela ultrapassa 1.000.000%
Leia também: Inflação na Venezuela chegará a 10.000.000% em 2019, prevê FMI

Fontes:
Jornal de Notícias-Inflação na Venezuela em 2018 foi de 1.698.488,2%
DW-Inflação chega a quase 1.700.000% na Venezuela em 2018

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *