Início » Economia » Inflação recua para 0,90% em fevereiro
ECONOMIA

Inflação recua para 0,90% em fevereiro

Inflação desacelera em fevereiro, mas se mantém acima de 10% no acumulado de 12 meses

Inflação recua para 0,90% em fevereiro
Alta no preço dos alimentos foi um dos principais vilões da inflação em fevereiro (Foto: Flickr)

A inflação recuou entre janeiro e fevereiro, passando de 1,27% para 0,90%. Entretanto, a inflação acumulada em 12 meses ainda está em dois dígitos, registrando 10,36%. No ano é de 2,18%.

As maiores alavancas da inflação em fevereiro vieram dos alimentos e da educação, ambos com impacto de 0,27% na taxa do mês. Ou seja, juntos, estes setores responderam por mais da metade da inflação de fevereiro. A educação subiu 5,90%, enquanto alimentos avançaram 1,06%.

Entre os alimentos, cenoura e farinha de mandioca estiveram entre as principais altas do mês. O preço da energia, que puxou a inflação para cima em 2015, foi a principal influência para a deflação em fevereiro. O preço de energia elétrica caiu 2,16%.

Longe da meta

A meta de inflação estabelecida pelo Banco Central é de 4,5%, com margem de dois pontos percentuais. Segundo o último boletim Focus, a inflação deste ano ficará em 7,59%. Caso a previsão se confirme, será o segundo ano seguido que a inflação ficará acima do teto da meta.

Economistas encaram com cautela a deflação de fevereiro. Eles acreditam que se o processo desinflacionário realmente começou, ele vai ter uma trajetória muito lenta. Espera-se que até julho ou agosto a inflação ceda dois pontos, saindo da casa de dois dígitos. O mercado, entretanto, não conta com isso.

Fontes:
O Globo - Inflação desacelera e fica em 0,90% em fevereiro

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *