Início » Economia » Jerusalém precisa de mais espaço para mortos
Cemitério ou catacumba?

Jerusalém precisa de mais espaço para mortos

Como a cidade está rapidamente ficando sem espaço para os mortos, talvez, as catacumbas sejam a solução

Jerusalém precisa de mais espaço para mortos
O cemitério Sheikh Badr está fechado para novos enterros (Foto: Wikimedia)

Para os judeus, o melhor lugar para buscar o repouso eterno é nas terras de Jerusalém. No entanto, a cidade está rapidamente ficando sem espaço para os mortos. Então, uma organização israelense de enterro fez uma parceria com uma empresa de construção de ponta para fazer um furo profundo em uma montanha para criar uma vasta necrópole subterrânea com elevadores.

A primeira fase da nova cidade subterrânea dos mortos terá 22 mil criptas, dispostas do chão ao teto em três camadas, em uma rede de túneis que se cruzam e que agora estão sendo escavados sob o maior cemitério de Jerusalém.

O projeto de US$ 50 milhões, que começou há alguns meses, foi pago por fundos privados gerados pela venda de lotes do enterro. Apesar de este ser o primeiro cemitério deste tipo nos tempos atuais, é provável que seja o início de uma tendência.

A última vez que enterros em caverna estiveram em voga em Jerusalém foi há cerca de dois mil anos. Em breve, estas catacumbas modernas podem se tornar as opções preferidas, um delicado equilíbrio de espaço, economia e piedade.

A necessidade é real. Talvez, surpreendentemente, haja apenas poucos cemitérios judaicos em Jerusalém que ainda aceitem recém-chegados. A maioria dos judeus não cremam seus mortos. Portanto, diretores de cemitérias dizem que vão precisar de centenas de novos terrenos para abrigar tanta gente.

No entanto, se eles forem subterrâneos, as possibilidades de novos espaços são quase ilimitadas. Há mais de seis milhões de restos mortais nas catacumbas de Paris, por exemplo. As catacumbas romanas foram escavadas durante o século II, pela mesma razão que Jerusalém está escavando hoje: por falta de espaço.

Fontes:
The Washington Post-Catacombs make a comeback as Jerusalem seeks room for the dead

1 Opinião

  1. ISRAEL PIRES BEZERRA disse:

    Certamente os Israelenses encontrarão meios satisfatórios para resolver esse problema; eles são muito organizados e detém as mais modernas tecnologias do mundo!
    ADEMAIS, esse assunto lá… não é tratado como cá… onde, vejamos o exemplo dos “Provedores da Santa Casa” … aqui no Rio de Janeiro, que de “Santa” não tinham NADA…. mas “CASA”´s de LUXO… tinham tantas que nem sabiam ao certo e outros tantos tipos de imóveis… milionários do gênero, ou bilionários, às custas dos que ali “descansavam (?) !
    Também ” lá ” eles usam suas FFAA-Forças Armadas para combater os terroristas do ISIS & cia., MAS aqui… a “Presidenta” odeia as FFAA… e ao contrário de lá… FAZ APOLOGIA AOS GUERRILHEIROS DO ISIS & cia., até no Discurso de Abertura da ONU !!!
    SUGESTÃO ÀS FFAA BRASILEIRAS: FAÇAM COMO AS FFAA ISRAELENSES !!!! JÁ !!!!!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *