Início » Economia » Leilão de campos de petróleo no México decepciona o governo
Economia

Leilão de campos de petróleo no México decepciona o governo

Após 77 anos de monopólio da empresa estatal Pemex, governo leiloa campos de exploração de águas rasas no Golfo do México

Leilão de campos de petróleo no México decepciona o governo
Plataforma de petróleo no Golfo do México. Governo conseguiu vender apenas dois dos 14 campos (Foto: Wikipedia)

Deveria ser um dia de grande excitação. Um leilão público, no dia 15 de julho, marcaria o fim de 77 anos de monopólio na exploração e produção de petróleo pela Pemex, companhia estatal mexicana, e o início de uma nova era de investimento estrangeiro no setor, o que era considerado inimaginável há alguns anos.

O governo mexicano esperava que o primeiro leilão da história da exploração de águas rasas no Golfo do México modernizaria a indústria energética do país. A previsão era vender quatro a seis campos de petróleo. Não aconteceu dessa forma. Os resultados foram decepcionantes e destacaram como o nacionalismo continua a contaminar a indústria petrolífera latino-americana.

Apenas dois dos 14 blocos foram vendidos, e para o mesmo trio mexicano que domina o setor energético. Os responsáveis atribuíram o fracasso à instabilidade do mercado internacional, porém a insegurança em vender o produto nacional tão barato pode ter sido uma das causas, segundo especialistas do setor. No dia do leilão, o Ministério das Finanças estabeleceram um lance mínimo, que foi considerado alto.

O setor privado tem, na maior parte das vezes, uma compreensão melhor das perspectivas dos campos que o setor público. A cautela do México em ceder seus campos a empresas privadas pode ter impedido o governo de conhecer o verdadeiro valor de suas áreas de exploração.  O fracasso do primeiro leilão mexicano de petróleo sugere que a liberalização tímida não é boa o suficiente para atrair o capital privado. 

Fontes:
Economist-The good oil boys club

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *