Início » Economia » Londres vai subsidiar apartamentos ultra básicos
MERCADO IMOBILIÁRIO

Londres vai subsidiar apartamentos ultra básicos

Estratégia visa baratear apartamentos simplificando ao máximo as unidades

Londres vai subsidiar apartamentos ultra básicos
Exemplo de como serão os apartamentos (Foto: OMMX architects)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em uma tentativa de solucionar a crise imobiliária de Londres, o prefeito Sadiq Khan decidiu subsidiar uma nova geração de residências ultra básicas, que custarão até 40% menos do que uma moradia padrão.

Os apartamentos não terão paredes divisórias e nem acabamentos nas paredes e nos pisos. O encanamento será básico e o apartamento não terá nenhum tipo de apetrechos. A única parte que permitirá identificar a cozinha será uma pia. Apesar de a cozinha parecer com o padrão brasileiro, a abordagem é bem diferente da inglesa, que normalmente vem com este ambiente já equipado.

Os apartamentos subsidiados, classificados como “sem frescura”, devem custar entre 150 mil e 340 mil libras — a média atual é de 580 mil libras. O conceito será testado em 22 apartamentos em três lugares no bairro de Enfield. Se der certo, mais sete conjuntos serão construídos.

Fontes:
The Guardian-Mayor to subsidise 'naked' homes solution to London housing crisis

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *