Início » Economia » Moody’s rebaixa nota da Ford para categoria ‘lixo’
ECONOMIA

Moody’s rebaixa nota da Ford para categoria ‘lixo’

Decisão reflete dúvidas sobre a capacidade do CEO da Ford, Jim Hackett, de gerar lucro e caixa de forma rápida o bastante

Moody’s rebaixa nota da Ford para categoria ‘lixo’
Segundo a agência, os resultados da montadora estão abaixo do esperado (Foto: Marcin Mincer)

A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou na última segunda-feira, 9, a nota de crédito da montadora Ford para a categoria “lixo” (Ba1).

A decisão da agência – uma das três maiores de classificação de risco, ao lado da Standard & Poor’s e da Fitch – reflete dúvidas sobre a capacidade do CEO da Ford, Jim Hackett, de gerar lucro e caixa de forma rápida o bastante.

Em seu relatório, a Moody’s justificou o rebaixamento afirmando que a receita e a margem de lucro da montadora estão abaixo das expectativas diante do cenário atual, e devem se manter com resultados fracos nos próximos dois anos.

“A Ford enfrenta os desafios de resolver esses problemas operacionais enquanto a demanda nos principais mercados está se debilitando e quando a indústria do automóvel atravessa mudanças em um ritmo sem precedentes, relativas aos veículos elétricos, direção autônoma, viagens compartilhadas e regulamentações crescentes contra emissões”, disse a agência, segundo noticiou a AFP.

Em entrevista à Bloomberg, o economista sênior da Cox Automotive, Charlie Chesbrough, classificou a situação da Ford como “bastante precária”. “Quando uma empresa recebe a nota ‘lixo’, significa que terá de pagar mais juros, o que significa que muitos investidores institucionais terão de pensar duas vezes”, explica Chesbrough.

A Standard & Poor’s e a Fitch, por sua vez, mantêm a nota de crédito da Ford em BBB – duas categorias acima da Ba1. Porém, segundo destacou a Bloomberg, ambas têm projeções negativas para a montadora.

Leia também: Ford anuncia demissão de 12 mil pessoas na Europa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *