Início » Economia » Nada garante o sucesso como o próprio sucesso
Quão justa é a vida?

Nada garante o sucesso como o próprio sucesso

Estudo comprova que dar às pessoas uma vantagem arbitrária em relação aos seus companheiros no início de uma empreitada gera resultados significativamente melhores para elas

Nada garante o sucesso como o próprio sucesso
Nada se desenvolve como o sucesso, e agora a ciência provou isso (Reprodução/Internet)

“Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado”. As palavras deste versículo de Mateus são citadas frequentemente, ainda que de maneira abreviada. Mas elas são verdadeiras? Em um estudo publicado no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences, Arnout van de Rijt, da Universidade Estadual de Nova York, e seus colegas, usaram o poder da internet para descobrir isso.

Van de Rijt elaborou uma série de experimentos para verificar se dar às pessoas uma vantagem arbitrária em relação aos seus companheiros no início de uma empreitada gera resultados significativamente melhores para elas. Seu primeiro experimento testou o valor de uma doação para um projeto incluído no Kickstarter, um site de financiamento coletivo. O segundo experimento incrementou a reputação de usuários do epinions.com, um site de recomendações de produtos. O seu terceiro experimento incrementou o status de um grupo de teste de editores da Wikipédia. E o quarto acrescentou assinaturas para petições postadas no change.org, um site no qual ativistas políticos podem avançar suas causas.

No caso do Kickstarter, a equipe selecionou 200 projetos novos e ainda não financiados e deu à metade deles, escolhidos aleatoriamente, 1% ou 10% da sua meta declarada. Os editores do Epinion são remunerados por seu trabalho com base nas notas dadas aos seus posts pelos usuários, de modo que Van de Rijt selecionou 305 análises novas e ainda não classificadas e deu a 155 delas, escolhidas aleatoriamente, uma classificação de “muito útil” – a mais alta dentre as quatro categorias possíveis. Os editores da Wikipédia mais produtivos às vezes ganham prêmios dos grupos de usuários que recorrem às suas informações. Van de Rijt concedeu tais prêmios a 208 dos 521 dentre os 1% de editores mais bem colocados. E ele acrescentou 12 assinaturas a 100 dentre 200 petições “virgens” no change.org.

Em todos os quatro testes a vantagem inicial funcionou. No caso do Kickstarter o estímulo ajudou muito. Apenas 39% dos projetos no grupo de controle (aqueles que não se beneficiaram da generosidade de Van de Rijt) receberam pelo menos uma doação de outro usuário no período de testes de 24 dias durante os quais sua equipe estava monitorando o experimento. Por outro lado, 70% daqueles para os quais ele havia concedido um investimento inicial receberam pelo menos uma outra doação. Os outros três experimentos revelaram resultados semelhantes.

 

Fontes:
The Economist-Nothing succeeds like success

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *