Início » Economia » Negócios » A difícil situação do setor de publicidade
Reflexos da crise:

A difícil situação do setor de publicidade

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A expectativa do grande grupo publicitário britânico WPP era que suas receitas caíssem 2% neste ano. Mas essa previsão está se mostrando otimista.

No primeiro trimestre o grupo enfrentou um declínio de 5,8% no ano a ano, e outro ainda pior referente aos meses de abril e maio. O chefe do WPP ressalta que os orçamentos com publicidade tendem a ser uma das primeiras coisas a serem cortadas em tempos de dificuldades, embora isso frequentemente custe mais às empresas a longo prazo.

Para muitos negócios a situação é ainda pior. A expectativa é que a publicidade em revistas caia 18,3% neste ano, enquanto a previsão de queda no rádio é de 21,8%, e nos jornais de 26,5%, o que explica por que muitos deles estão lutando para sobreviver. Até mesmo a tendência de aumento dos gastos com publicidade na internet se inverteu, com previsão de queda de 2,2% neste ano nos EUA.

Fontes:
The recession in advertising: Nothing to shout about

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Alfredo Sloane disse:

    Realmente os gastos com publicidade são os mais fáceis de cortar rapidamente. Mas se o concorrente tiver a coragem de não cortar os dele, a empresa vai perder mercado. A longo prazo não é bom.

  2. Walter Pereira disse:

    A publicidade na internet só cresce, os números mostram isso. Eu trabalho vendendo hot-sites indexados aos buscadores através das ferramentas de SEO, otimização de sites. Eu e minha equipe de vendedores só aumentamos nossa produção. Veja mais:

    http://www.superamarelas.com/publicidadenainternet

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *