Início » Economia » Negócios » A difícil situação dos diretores financeiros
Crise econômica

A difícil situação dos diretores financeiros

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nas últimas semanas eles vêm precisando lidar com a súbita inversão da tendência de desvalorização do dólar — além de precisarem responder às perguntas dos executivos-chefes sobre as conseqüências da crise financeira.

Em comum com os executivos-chefes, estes profissionais têm a alta rotatividade. Atualmente, de 25% a 30% deles mudam de emprego a cada ano. É quase o dobro do observado na década de 1990. Em média, os diretores financeiros das mil maiores empresas norte-americanas estão no cargo há apenas 30 meses. Agora, diante da crise, há especialistas que defendem a manutenção de diretores financeiros fortes, conservadores e com maior autoridade.

No fim dos anos 1990, com os acionistas e os executivos-chefes ansiosos por lucros maiores a curto prazo, os diretores financeiros foram contratados por sua perícia nos mercados de capitais e de engenharia financeira. Depois o foco mudou para profissionais com experiência de controladores financeiros e contabilistas. Nos últimos anos seu papel nas empresas vem se expandido, muito em razão da transferência para eles de parte do trabalho dos executivos-chefes.

A Economist considera que, como a desaceleração econômica provavelmente irá acirrar a tensão entre finanças e vendas, os diretores financeiros que acumularam experiência em ambas as áreas tendem a estar mais aptos para resolver este conflito.

Fontes:
Economist - Chief financial officers: In the eye of the storm

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Evandro Correia disse:

    Eu gostaria de saber o que os diretores financeiros da Aracruz e Sadia têm a dizer sobre os bilhões jogados fora.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *