Início » Internacional » American Airlines suspende indefinidamente voos para Venezuela
POR TEMPO INDETERMINADO

American Airlines suspende indefinidamente voos para Venezuela

Serviço já havia sido suspenso em 15 de março, mas recomeçaria em abril. Empresa se une a uma extensa lista de linhas aéreas que cancelaram voos para o país

American Airlines suspende indefinidamente voos para Venezuela
Países recomendam que turistas não viajem para a Venezuela no momento (Foto: Wikimedia)

A companhia aérea American Airlines suspendeu, por tempo indeterminado todos os voos entre Estados Unidos e Venezuela. A empresa já havia cancelado os serviços entre os países temporariamente, até o próximo dia 2 de abril, no último dia 15 de março. No entanto, a companhia promete retomar o serviço quando a situação melhorar.

A empresa atua no trecho desde 1987. De acordo com um comunicado da American Airlines, a decisão da suspensão se tornou ainda mais difícil por causa dos 70 funcionários da companhia que vivem e atuam nas cidades venezuelanas de Caracas e Maracaibo. Segundo a nota, a empresa está auxiliando os trabalhadores na busca por outras oportunidades.

“A American Airlines tomou a difícil decisão de suspender indefinidamente o serviço para a Venezuela. […] Continuaremos supervisionando a situação e trabalhando também com os membros de nossa equipe, as lideranças sindicais e outras partes interessadas para reiniciar os serviços quando as condições forem adequadas”, disse o comunicado.

A American Airlines se une a uma longa lista de companhias aéreas que cancelaram os serviços de voos para a Venezuela. Em 2017, as também norte-americanas Delta e United Airlines também suspenderam a operação no país. Antes delas, em 2016, a norte-americana Dynamic e a alemã Lufthansa já tinham bloqueado os voos. Gol, Tiara e Aeroméxico também suspenderam as conexões.

Diferentes países recomendam seus cidadãos a não viajarem para a Venezuela neste momento de instabilidade política e crise humanitária. O país atravessa uma extensa decadência econômica, enquanto o poder político está dividido entre o presidente reeleito num pleito controverso, Nicolás Maduro, e o presidente da Assembleia Nacional e autoproclamado presidente do país, Juan Guaidó, – que tem o apoio de mais de 50 países.

Os Estados Unidos já retiraram todos os seus funcionários da embaixada do país em Caracas, capital da Venezuela. Enquanto isso, a Colômbia, que apoiou a tentativa de entrada de ajuda humanitária liderada por Guaidó, teve seus diplomatas expulsos de território venezuelano.

As dificuldades enfrentadas pela Venezuela já levaram ao êxodo 3,4 milhões de pessoas, que migraram para países vizinhos, em especial a Colômbia, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). De acordo com um relatório da entidade, mais 1,9 milhão de pessoas devem deixar a Venezuela este ano.

Fontes:
CNN-La aerolínea American Airlines suspende indefinidamente sus vuelos a Venezuela
G1-American Airlines suspende indefinidamente voos entre EUA e Venezuela
O Globo-Após três décadas, American Airlines suspende voos para a Venezuela indefinidamente

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *