Início » Economia » Negócios » Até que ponto uma empresa pode se recusar a ser comprada?
Ofertas de aquisição

Até que ponto uma empresa pode se recusar a ser comprada?

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Para as empresas com capital disponível, o mercado de fusões e aquisições está tentador. Os preços das ações estão baixos, fazendo com o que os "alvos" fiquem mais baratos.

Além disso, a apreensão no mercado de dívida corporativa indica que há pouca competição de grupos de investidores em qualquer negócio acima de US$ 1 bilhão. Em ambos os lados do Atlântico as grandes empresas estão aprendendo até que ponto elas podem dizer não para os que apresentam propostas de compra.

No dia 11 de fevereiro a Yahoo! recusou uma oferta de US$ 44,6 bilhões feita pela Microsoft. O conselho da Yahoo! entendeu que a oferta subestimou a empresa. A mineradora Rio Tinto fez o mesmo, recusando a oferta de US$ 147,5 bilhões da BHP Billiton. A Economist diz que, em resumo, ao dizer não, a Yahoo! e a Rio Tinto estão apenas "jogando duro", tentando obter um preço melhor.

Fontes:
Economist – Takeover battles -- Just say no

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *