Início » Economia » Negócios » British Airways enfrenta greve com tranquilidade
Empresas aéreas

British Airways enfrenta greve com tranquilidade

British Airways enfrenta greve com tranquilidade
A empresa pode se tornar ainda mais forte

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Desde o fim do ano passado, as ações da companhia aérea British Airways subiram de valor em quase um terço. A empresa está atraindo investidores que confiam que ela ganhará a batalha contra o sindicato de tripulação de cabine (comissários de bordo), o Unite, que tem feito greve alguns dias por semana. Acreditam que quando a greve terminar pouco ou nenhum dano terá sido feito para a sua resistente marca a longo prazo.

Segundo a Economist, existem muitas razões pelas quais Willie Walsh, presidente da BA, pode ter confiança em relação ao futuro. Primeiro, a ideia de achar que os clientes nunca irão retornar é um grande erro. Os passageiros que mais viajam pela BA são aqueles que voam regularmente em classe executiva.

A BA é tão dominante em rotas de longa distância a partir de Londres, que faz com que em muitos casos seja a única alternativa para os passageiros. A empresa pode se tornar ainda mais forte, graças a sua futura fusão com a Ibéria.

Fontes:
Economist - The strikes at British Airways -- Maintaining altitude

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *