Início » Economia » Negócios » Colecionadores foram às compras na Suíça
Arte e recessão

Colecionadores foram às compras na Suíça

Colecionadores foram às compras na Suíça
Colecionadores aproveitam momento (Economist)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Ainda que realizada em meio a uma crise econômica, a 40ª edição da feira de arte contemporânea mais importante do mundo foi um sucesso.

A edição deste ano da feira de Basel, na Suíça, terminou no dia 14 de junho contabilizando um número recorde de colecionadores, curadores e aficionados pela arte, com obras de mais de 2.500 artistas. Considerando a realidade econômica atual, o resultado foi satisfatório, com obras de artistas iniciantes chegando a serem vendidas por cerca de US$ 1 milhão.

Há várias razões para o sucesso da feira de Basel deste ano: o regresso dos colecionadores que preferem ir às compras com o mercado em baixa, a disposição dos vendedores de baixar os preços para garantir os negócios, a percepção de que a arte é um investimento mais sólido do que outros ativos e, por fim, a vontade de muitos compradores de usar o dinheiro de suas contas na Suíça.

Fontes:
Economist - Art Basel 2009: Recession appeal

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Interessante saber que a recessão não para tudo – no campo cultural a vida parece estar normal

  2. Gisah disse:

    A lavagem de dinheiro na Suiça é bem mais culta que no Brasil

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *