Início » Economia » Colt deixa de fabricar fuzil AR-15 para civis
ESTADOS UNIDOS

Colt deixa de fabricar fuzil AR-15 para civis

Decisão se dá por conta da saturação do mercado comercial de armas dos Estados Unidos, e não está relacionada aos atentados a tiros no país

Colt deixa de fabricar fuzil AR-15 para civis
Contratos militares e policiais estariam absorvendo capacidade de fabricação da Colt (Foto: Mitch Barrie/Flickr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A Colt, uma das mais conhecidas fabricantes de armas do mundo, anunciou que não vai mais fabricar fuzis AR-15 para civis nos Estados Unidos. O motivo, porém, não está relacionado aos recentes ataques com armas nos EUA.

De acordo com um comunicado assinado pelo CEO e presidente da empresa, Dennis Veilleux, o mercado comercial de armas está saturado. Além disso, recentes contratos militares e policiais estão absorvendo toda a capacidade de fabricação da Colt para rifles.

“O compromisso da Colt com os mercados consumidores, no entanto, é inabalável. Continuamos a expandir nossa rede de revendedores em todo o país e a fornecê-los com linhas de expansão da melhor qualidade dos 1911 [pistola] e revólveres. […] A Colt é uma forte defensora da Segunda Emenda há mais de 180 anos, continua assim e continuará fornecendo a seus clientes as armas de melhor qualidade do mundo”, destaca o comunicado da Colt.

A Segunda Emenda da Constituição dos Estados Unidos, citada na nota de Veilleux, diz respeito ao direito do cidadão americano de ter acesso às armas. Segundo o comunicado, há suprimentos de rifles esportivos modernos suficientes no mercado doméstico.

Os fuzis AR-15, da Colt, já foram utilizados em ataques em escolas dos Estados Unidos. Em fevereiro de 2018, em Parkland, na Flórida, 17 pessoas morreram e várias ficaram feridas após um jovem de 19 anos invadir uma escola e abrir fogo.

Leia também: Flórida aprova porte de armas para professores em sala

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *