Início » Economia » Negócios » Inteligência artificial no mercado de ações
Wall Street

Inteligência artificial no mercado de ações

Programas conseguem "mastigar" um grande volume de dados em um curto período de tempo, detectando o que funciona e elaborando estratégias rapidamente

Inteligência artificial no mercado de ações
Bolsa de Nova Iorque (Fonte: AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em Wall Street, cada vez mais investidores estão recorrendo a programas de inteligência artificial (IA) para tomar decisões sobre compra e venda de ações.

O sistemas utilizados na Bolsa de Valores de Nova Iorque são capazes de “aprender” com as decisões tomadas pelos operadores e se adaptar à rotina de compra e venda de ações.

‘Nenhum ser humano poderia fazer isso’

Trata-se da “aprendizagem de máquina”, um segmento da inteligência artificial que analisa, por meio de um programa de computador, grandes grupos de dados e faz previsões sobre o futuro.

A eficácia desses programas residiria em sua capacidade de “mastigar” um grande volume de dados em um curto período de tempo, detectando o que funciona e elaborando estratégias rapidamente. “Nenhum ser humano poderia fazer isso”, diz Michael Kearns, professor de ciência da computação da Universidade da Pensilvânia que usou a IA para investimentos em empresas como o Lehman Brothers Holdings.

Leia mais:

Computadores analisam sentimentos de humanos

Fontes:
Valor Online - Inteligência artificial chega a Wall Street

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *