Início » Economia » Negócios » Nova Iorque abre inquérito contra Goldman Sachs
Crime financeiro

Nova Iorque abre inquérito contra Goldman Sachs

Promotoria vai investigar se banco adulterou informações passadas aos clientes

Nova Iorque abre inquérito contra Goldman Sachs
Executivo do Goldman Sachs depõe no Senado dos EUA (Fonte: Getty Images)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Congresso norte-americano pressionou, o Departamento de Justiça do país determinou, e a Promotoria do Distrito Sul de Nova Iorque já começou a apurar as suspeitas de que o Goldman Sachs incorreu em crime financeiro às vésperas do estouro da bolha imobiliária nos EUA.

Tudo começou quando o SEC (Securities and Exchange Commission), órgão que regula o mercado de capitais em Wall Street, entrou com uma ação na justiça contra o banco acusando-o de vender produtos hipotecários sobre os quais tinha conhecimento de que fracassariam se a bolha no mercado imobiliário explodisse.

O SEC diz que a suposta omissão de informações por parte do Goldman Sachs gerou prejuízos de US$ 1 bilhão aos seus clientes. Como o processo ainda está em fase preliminar, ainda não se sabe se os executivos do Goldman Sachs serão indiciados por adulteração de dados em Wall Street.

Leia mais:

SEC abre processo contra Goldman Sachs

Goldman Sachs bate recorde, com US$ 16,9 bilhões

A saga de um banco que hoje está no olho do furacão

Fontes:
Portal Exame - Promotoria de NY abre inquérito criminal contra Goldman Sachs

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Ramon M.B.van Buggenhout disse:

    Goldman Sachs integra o mesmo conglomerado de bancos amercianos que implodiu a economia mundial em 2008. Banqueiro raramente vai para a cadeia. God governa la em címa e Gold aqui em baixo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *