Início » Economia » Negócios » Piëch, ex-CEO da VW, está sendo investigado
Gestão

Piëch, ex-CEO da VW, está sendo investigado

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os promotores públicos acreditam que Ferdinand Piëch, que atualmente é presidente do conselho supervisor da Volkswagen, sabia das viagens de lazer dispendiosas dos representantes dos trabalhadores da empresa, além dos milhões de dólares gastos em pagamentos a Klaus Volkert, ex-presidente do conselho de trabalhadores da VW.

Klaus Volkert e o ex-diretor de recursos humanos Klaus-Joachim Gebauer estão respondendo a acusações de suborno e desfalque. Os promotores públicos ainda não têm uma prova concreta contra Piëch. Mas isto pode mudar caso seja levado em consideração o que foi revelado por um jornalista que trabalha para uma rede de TV alemã.

Em um documentário, o jornalista afirma que um ex-funcionário da VW disse que o ex-diretor financeiro Bruno Adelt questionou Piëch sobre os custos das viagens. Piëch teria pedido a Rupert Stadler, então chefe de sua assessoria e hoje CEO da Audi, para investigar o assunto. Segundo o promotor-público Ralf Tacke, é razoável afirmar que Piëch foi informado sobre os resultados da investigação.

Se isto for verdade, Piëch provavelmente sabia das viagens de lazer, que incluíram serviços de prostitutas. Este é um dos piores escândalos de corrupção da história da Volkswagen.

Fontes:
Business Week - Former VW CEO Piëch Under Scrutiny

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Evandro Correia disse:

    Bom saber que no mundo rico também acontece esse tipo de sujeira!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *